Música e diálogo entre as artes

A- A A+

Coletivo de pessoas que trabalha criação e valorização da música brasileira e das artes em geral, o Caravançará está presente em espaços de cultura e escolas de Guarulhos e da capital paulista. Sempre articulando novas atuações e formas de expressão, o grupo trabalha oficinas vocais, promove saraus, palestras e prepara o primeiro disco. 

http://www.anovademocracia.com.br/138/14.jpg

O grupo nasceu há seis anos, basicamente da junção de estudantes de música daqui do conservatório municipal de Guarulhos. A finalidade era fazer arranjos para a música popular brasileira, misturando essa linguagem com a da música erudita, que era a que estudávamos lá —conta Rodrigo Ferreira, diretor musical.

Tínhamos experiência com música de coral, grupo vocal, por isso o arranjo vocal foi a principal vertente do grupo durante esse período inicial, depois foi entrando a questão dos instrumentos. Começamos a fazer apresentações em vários espaços daqui de Guarulhos.

Em 2011 lançou um projeto chamado Um pouquinho de Brasil.

Convidamos compositores da cidade para tocar obras suas conosco. A ideia era divulgar a música brasileira e os compositores de Guarulhos, muitas vezes anônimos ou pouco veiculados na mídia, sem espaço para mostrar seus trabalhos —expõe Rodrigo.

Fizemos mais de quinze apresentações em diversos lugares culturais daqui. Dentro desse projeto também realizamos um tributo a compositores bastante conhecidos, homenageando um por mês, por exemplo, Paulinho da Viola.

Nossa proposta é trabalhar com a criação musical, não importando se estamos compondo, arranjando, fazendo outras leituras para compositores que achamos ser relevante divulgar, sejam eles desconhecidos ou conhecidos, porque a própria música brasileira em si não anda tanto na mídia como já esteve em outros momentos —fala.

Dessa formação de amigos que estudavam juntos, o grupo partiu para algo mais abrangente.

Temos uma espécie de formação fixa, que são as pessoas que estão sempre juntas aqui na sede, mas também o que chamamos de colaboradores. É um núcleo de pessoas da música, do teatro, dança, artes plásticas, várias expressões artísticas que colaboram nas nossas montagens .

É uma espécie de confraternização entre amigos e pessoas que possuem a arte como filosofia de vida. Um encontro que resulta em um trabalho de criação independente da expressão artística que cada um tem — continua.

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait