Aniversário da Batalha da Educação no Rio

A- A A+
http://www.anovademocracia.com.br/139/07d.jpg
Cinelândia, RJ, 1º de outubro de 2014

Na noite do dia 1º de outubro, cerca de 500 pessoas, entre estudantes e educadores das redes estadual e municipal de ensino, se reuniram na Cinelândia, Centro do Rio, para lembrar a Batalha da Educação em outubro de 2013, há exatamente 1 ano. Na ocasião, educadores resistiram à toda ordem de violência usada pela PM para reprimir o movimento grevista. Os episódios deste mês marcaram a luta em defesa da educação fluminense nos últimos anos.

Policiais foram flagrados atirando telhas, pedras e bombas de gás lacrimogêneo de cima da Câmara de Vereadores contra profissionais que protestavam pacificamente contra um projeto de lei de desmanche da educação pública. PMs foram flagrados atirando spray de pimenta a esmo e plantando rojões na bolsa de um estudante. A ação despertou a ira dos cariocas, que dias depois tomaram as ruas aos milhares para protestar.

No ato de 1/10 deste ano, filmes foram exibidos pelas massas e um varal com várias fotografias foi colocado nas laterais das escadarias da Câmara. Depois de várias intervenções e uma breve agitação no acesso ao Teatro Municipal, a banda Siderais fechou o ato com o melhor da música marginal carioca.

— Estamos hoje aqui na rua para denunciar as porradas que nós levamos ano passado. Mas também temos que denunciar as porradas que a educação continua levando. O governo Sérgio Cabral/Pezão fechou mais de 150 escolas. Alunos foram eliminados do sistema de ensino. Existe um processo de privatização violento. Agora é a Escola Villa Lobos a bola da vez. Se vai entrar a Dilma, a Marina ou o Aécio, todos eles vão cumprir o plano do Banco Mundial e do capital financeiro para a educação pública. Por isso, atos como esse precisam continuar — disse uma professora ao microfone.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait