Notícias da Guerra Popular

A- A A+

Filipinas: ações e combates contra as forças da reação

Com informações de secoursrouge.org

No dia 25 de julho, combatentes do Novo Exército do Povo (NEP), dirigido pelo Partido Comunista das Filipinas, atacaram um posto de segurança da Apex Mineração, em Maco, no Vale de Compostela. De acordo com o porta-voz da 10ª divisão do exército reacionário, cerca de trinta guerrilheiros cercaram e incendiaram o posto de segurança da mineradora.

Os guerrilheiros ainda atearam fogo em uma retroescavadeira antes de se retirarem levando dois guardas em seu poder, libertando-os a alguns quilômetros de distância.

Em 26 de julho, uma coluna de 50 combatentes do NEP enfrentou um destacamento do 71º batalhão de infantaria do exército reacionário em Pantukan, também no Vale de Compostela. Um militar reacionário foi aniquilado. Fontes do exército reacionário afirmam ter provocado duas baixas entre os guerrilheiros e ter ferido outros seis combatentes do NEP.

Duas semanas antes desse combate, no mesmo Vale, quatro militares do exército reacionário haviam sido aniquilados em outro enfrentamento com combatentes do NEP. Um destacamento de reconhecimento da 101ª divisão de infantaria foi emboscada pelos guerrilheiros e desenrolou-se o combate cujo tiroteio durou cerca de 30 minutos. Segundo informações da página secoursrouge.org, pouco antes desse enfrentamento, guerrilheiros do NEP haviam provocado uma explosão próxima a uma delegacia de polícia.

No dia 30 de julho, em ataque guerrilheiro realizado na província de Kalinga, três soldados do exército reacionário foram aniquilados e outros 12 ficaram feridos. Os combatentes do NEP detonaram explosivos quando passava um comboio militar. Várias posições das forças reacionárias em toda essa região foram atacadas ao longo dessa semana.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Turquia: ataque contra quartel policial

Com informações de Correoverrmello-noticias
http://www.anovademocracia.com.br/155/20.jpg
Combatentes do TIKKO

No dia 22 de julho, combatentes do Exército de Libertação dos Operários-Camponeses da Turquia (TIKKO), dirigido pelo maoísta Partido Comunista da Turquia / Marxista-Leninista (TKP/ML), atacaram um quartel da polícia no município de Hozat, em Dersim, aniquilando quatro agentes policiais. Nesta mesma ação, um carro blindado das forças de repressão foi alvo de disparos dos guerrilheiros.

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait