Peru: “Em defesa do maoísmo, da vida do Presidente Gonzalo e do pensamento Gonzalo”

A- A A+

Por ocasião da celebração do 23° aniversário do discurso do Presidente Gonzalo, chefatura do Partido Comunista do Peru (PCP) e da Revolução Peruana, após sua prisão, proferido em 24 de setembro de 1992*, o Comitê de Reorganização do Movimento Popular Peru publicou um importante comunicado intitulado ‘Nada nem ninguém poderá deter o exitoso desenvolvimento da campanha em defesa da vida do Presidente Gonzalo e do pensamento Gonzalo’.

http://www.anovademocracia.com.br/158/20a.jpg

“Em nosso país” — destaca o comunicado — “o avanço da campanha se concretiza na luta dos dirigentes, militantes, combatentes e massas do PCP por dar cumprimento à tarefa pendente da reorganização geral do Partido em meio a guerra popular e em luta de morte contra o imperialismo, a reação e o revisionismo, em especial contra as linhas oportunistas de direita (LODs), revisionistas e capitulacionistas. Ambas LODs atacam o maoísmo, a nossa chefatura, o pensamento Gonzalo e a Base de Unidade Partidária, e servem às patranhas da CIA ianque, da reação peruana e ao plano de aniquilamento físico do Presidente. São inimigos da guerra popular e partidários do cretinismo parlamentar.”

O comunicado destaca a luta de diferentes organizações e partidos revolucionários em torno da aplilicação do maoísmo as condições concretas de cada revolução, no processo de reconstituição dos Partidos Comunistas, como vem fazendo, tomando os aportes e desenvolvimentos feitos pelo Presidente Gonzalo, o PCP e a guerra popular no Peru. O Comitê de Reorganização do Movimento Popular Peru ainda cita que “assim vem declarando expressamente os Partidos e organizações revolucionárias do Brasil, Equador, Chile, Colômbia, etc., para citar os países vizinhos, como também sucede na Europa e outras partes”.

“Resumindo, este importante avanço na campanha se expressa na luta de duas linhas no movimento comunista internacional, donde a esquerda da luta armada com o pensamento Gonzalo e o aportado pelo PCP e a guerra popular no Peru, o qual é de grande perspectiva estratégica porque assim está lutando concretamente  por colocar o  maoísmo como único mando e guia da nova grande onda da revolução proletária mundial que está se desenvolvendo. Assim vão desenvolvendo indissoluvelmente unidas as duas campanhas: a campanha pelo maoísmo e a campanha em defesa da vida do Presidente Gonzalo e do pensamento Gonzalo”, conclui o comunicado.

* Neste contundente discurso, o Presidente Gonzalo, desde uma jaula montada pelo regime fascista de Fujimori com o intuito de desmoralizá-lo, reafirmou os princípios e resoluções do PCP e conclamou os militantes do PCP, os combatentes do Exército Guerrilheiro Popular e as massas a continuarem a guerra popular até a vitória, sendo, portanto, sua última palavra com autenticidade comprovada.

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait