Pernambucalizando o carnaval de São Paulo

A- A A+

Nascido um ano antes da estreia do Balé Popular de Recife, fundado por seu pai André Luiz Madureira, o recifense Deca Madureira sempre viveu em meio a cultura popular, do Balé Brasílica, da metodologia criada por seu pai. Migrando para São Paulo, levou consigo toda essa vivência e criou a Cia Brasílica para “pernambucalizar” São Paulo e animar a cidade com a cultura do nordeste.

http://anovademocracia.com.br/184/19a.jpg

— Brasílica é uma metodologia de compreensão da arte e das manifestações populares. É uma metodologia de ensino de como passar o conhecimento, é uma metodologia de formação profissional, porque muita gente entra no Balé Brasílica e na Cia Brasílica para estudar — explica Deca, fundador da Cia.

— Meu pai, com suas pesquisas de vários anos sobre movimentos revolucionários do nordeste, foi quem chegou ao termo brasílica. Essa metodologia foi desenvolvida por ele a partir de pesquisas sobre a cultura do nosso país, procurando criar uma arte genuinamente brasileira e divulgá-la, levar até as pessoas através dos palcos, das escolas e de instituições culturais diversascontinua.

Desde meados do ano passado a Cia Brasília está com um galpão no bairro da Lapa, em São Paulo, onde desenvolve atividades culturais.

— São aulas, contos, debates, ensaios da Cia e ensaios de outros grupos. Agora, no período carnavalesco, que abrange bastante temas populares que é nosso instrumento de pesquisa, estamos com o bloco Pernambulista: uma fusão de pernambucanos e paulista. Estamos animando o povo, chamando pra cantar, dançar, curtir, conhecer elementos da cultura popular, aproveitar muito esses festejos – anuncia.

— Fazemos ensaios abertos do bloco e aulas de várias danças: frevo, samba, samba de crioulo, samba de roda, sambada do cavalo marinho, do maracatu rural etc. para que a pessoa possa aproveitar melhor ainda. Temos também um baile de carnaval e o Bloco dos Caboclinhos, administrado por meu irmão, que pesquisa muito sobre a dança dos caboclinhoscontinua.

A Cia Brasílica também realiza a festa Pernambucalizando São Paulo, que reúne pessoas em torno da cultura popular.

— Temos muitos amigos em São Paulo, entre eles muitos artistas, gente de Recife, Olinda, Natal, Fortaleza e outras partes. Então resolvi reunir esses amigos para fazer um grande encontro, quase um festival, e outras pessoas se juntaram e vem gente de toda parte, inclusive de fora do país — conta.

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait