Figuras da Classe Operária: Nadezhda Krupskaia

A- A A+

Nadezhda Krupskaia, a amiga mais íntima, a companheira de vida e de luta do grande Lenin, dirigente comunista, magnífica representante da velha guarda bolchevique, destacada lutadora da frente cultural do país soviético, nasceu em Petersburgo a 26 de fevereiro de 1869. Ainda muito jovem, estudando Marx nos círculos estudantis e individualmente, até altas horas da noite, convenceu-se, completamente só, antes ainda de seu encontro com Lenin, da idéia de que o marxismo não é um dogma, e sim um guia para a ação.

Krupskaia dedicou parte de sua vida a ministrar cursos na escola noturna para operários. Posteriormente, já no Partido, manteve a árdua tarefa de organizar o transporte da “Iskra” e todas as suas publicações para a fronteira russa, além de organizar os enlaces necessários para a atividade conspirativa contra o czarismo.

Krupskaia tomou parte na criação na Rússia de um órgão diário legal para as mulheres operárias, “Rabótniza”, publicado em março de 1914.

Em maio e junho de 1917, escreveu no Pravda uma série de artigos sobre o trabalho entre a juventude: “Sobre o Papel e a Importância da União da Juventude”, “Luta pela Juventude Operária”, “Resposta à Juventude de Moscou”, “Como deve Organizar-se a Juventude”. Krupskaia realizou também um grande trabalho de caráter cultural, particularmente entre a juventude do bairro de Viborg.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

No dia de ano novo de 1918, primeiro ano novo soviético, ela o celebrou junto de Lenin numa reunião pública de operários do bairro de Viborg, na festa organizada por motivo da partida dos guardas vermelhos do bairro para o front. O aparecimento de Lenin e Kruspskaia na sala, desperta grande entusiasmo entre os operários e operárias, que os carregam nos ombros. Krupskaia forma parte do Colégio do Comissariado do Povo de Instrução Pública. Dedica-se completamente ao trabalho de organização das instituições culturais e educacionais.

Revolucionária e pedagoga, foi coordenadora do Glavpoliprosvet, o Comitê Principal para Educação Política, e delegada coordenadora no Comissariado para a Instrução Pública, militante bolchevique e membro do Comitê Central do Partido Comunista da Rússia.

Sua morte constituiu uma grande perda para todo o povo soviético. No dia do seu enterro, na Praça Vermelha de Moscou, e em todos os recantos do país, foram realizados atos fúnebres aos quais assistiram centenas de milhares de pessoas. Com a cabeça inclinada em memória de Krupskaia, os jovens edificadores da nova vida prestaram solene juramento de continuar com toda a energia a obra de Lenin e Stálin, a obra do comunismo. A vida exemplar de Nadezhda Krupskaia é inspiração para todas as mulheres e homens revolucionários.

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait