9 de abril: Dia dos Heróis do Povo Brasileiro

A- A A+

No último dia 9 de abril celebrou-se o Dia dos Heróis do Povo Brasileiro, em honra e memória às brasileiras e brasileiros que dedicaram e entregaram suas vidas conscientemente, servindo ao povo e à luta pela Revolução de Nova Democracia ininterrupta ao Socialismo, para constituir um novo Brasil.

http://www.anovademocracia.com.br/187/04.jpg
Renato Nathan, herói do povo

A data foi proposta pela Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) como forma de prestar homenagens aos homens e mulheres que lutaram até os últimos dias de suas vidas e que frente à repressão do velho Estado, no campo e na cidade, não desfaleceram e persistiram na atividade revolucionária, mobilizando, organizando e politizando as massas.

O 9 de abril foi escolhido, pois nesta data o grande dirigente camponês da LCP de Rondônia e Amazônia Ocidental, Renato Nathan foi assassinado por pistoleiros a soldo do latifúndio em conluio com as forças policiais do velho Estado burguês-latifundiário.

Renato Nathan expressou, através de sua vida, a fibra moral do revolucionário, de se colocar ao lado das massas em luta, de ser um incansável organizador, mobilizador e conscientizador destas.

Nesta data, movimentos populares, democráticos e revolucionários do campo e da cidade rememoram os nomes e as vidas daqueles e daquelas que lutaram pela emancipação de nosso povo e para pôr fim a toda exploração e opressão que se abate sobre o mesmo; pela libertação da nação brasileira do jugo do imperialismo, principalmente ianque.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

No panteão dos heróis e heroínas do povo brasileiro estão além de Renato Nathan, outros dirigentes camponeses da LCP como Cleomar Rodrigues, Élcio, Gilson, Luiz Lopes, Zé Bentão e tantos outros ativistas de outras organizações populares e das massas que verteram seu generoso sangue e entregaram com heroísmo suas vidas na luta por uma transformação real e profunda do país.

Também devem ser lembradas e homenageadas as mulheres trabalhadoras e combatentes de nosso povo, que buscam destruir a quarta montanha, a opressão sexual que as oprime, nas figuras da grande dirigente revolucionária Sandra Lima, falecida em julho de 2016, fundadora e uma das principais formuladoras da linha do movimento revolucionário de mulheres brasileiro: o Movimento Feminino Popular (MFP) e da companheira Dirma, revolucionária e uma das fundadoras do MFP no Rio de Janeiro, falecida no dia 14 de janeiro deste ano.

“Invoquemos os nomes heróicos dos revolucionários, os comunistas e massas que têm povoado a sagrada e gloriosa história de luta de nosso povo. Glorifiquemos nossos heróis e heroínas, armemo-nos poderosamente de seus inapagáveis exemplos. Estar cada dia mais determinado e resoluto em dar a vida à nossa luta e à revolução é questão de suma importância para todas e todos os lutadores do povo com mais e mais audácia, sustentá-las e desenvolvê-las, enfrentando e derrotando a histeria da contrarrevolução, toda sua truculência que conhecemos na história do nosso povo e que seguramente, cada dia mais haveremos de enfrentar e vencer. É questão decisiva para todas e todos os revolucionários empenhados em rechaçar o oportunismo eleitoreiro e em brigar por reconstituir o Partido Comunista marxista-leninista-maoista, para desencadear a luta armada revolucionária e através da guerra popular levar a cabo a revolução democrática, agrária e anti-imperialista, conquistar a República de Nova Democracia passando ininterruptamente ao Socialismo e servindo à Revolução Mundial”, ressalta a FRDDP, em pronunciamento emitido no ano passado.

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait