MA: Gamela sofrem ataque bárbaro

A- A A+

Desde que assumiu a gerência do velho Estado brasileiro, interinamente em 12 de maio de 2016 e, oficialmente em 31 de agosto de 2016, Michel Temer/PMDB tem aprofundado ainda mais a política estatal de genocídio dos povos indígenas, que se manifesta principalmente na paralisação das demarcações de terras indígenas, nos consecutivos cortes orçamentários da Fundação Nacional do Índio (Funai) —  órgão indigenista responsável por executar o processo de demarcação —, nas constantes reintegrações de posses emitidas pelo Judiciário, nos ataques anti-indígenas do Executivo e do Parlamento e no aumento dos assassinatos de indígenas, especialmente as lideranças.

http://anovademocracia.com.br/188/16.jpg
Indígena sofre tentativa de decepamento das mãos por pistoleiros

Levantamento feito por AND a partir de dados do Cimi e da CPT aponta ao menos 14 indígenas assassinados, no período de Temer à frente do velho Estado.

Na tarde de 30/04, um grupo Gamela foi barbaramente atacado após uma emboscada feita por mais de 200 pistoleiros, latifundiários e madeireiros no povoado de Bahias, em Viana (MA).

O ataque criminoso deixou 13 Gamela feridos, sendo cinco em estado grave, que foram transferidos para um hospital em São Luís. Inaldo Cerejo – uma importante liderança indígena no estado – foi baleado no rosto e nas costas. Aldeli Ribeiro levou dois tiros na coluna, teve uma lesão profunda em uma das mãos a golpe de facão e teve os ligamentos do joelho cortados. José André Ribeiro sofreu um tiro no pulmão. José Ribamar Mendes também sofreu uma lesão profunda nas mãos por golpes de facão. Francisco Jansen da Luz levou um tiro na cabeça e teve uma bala alojada no crânio. No total, cinco indígenas foram baleados por arma de fogo.

Segundo os Gamela, os pistoleiros se reuniram no povoado Santero e, deste local, dirigiram-se ao acampamento indígena. Os Gamela, cercados por homens com armas, facões e pedaços de madeira, teriam recuado e decidido abandonar a área retomada no povoado de Bahias, momento em que foram atacados covardemente.

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait