Siglas do Partido Único e cúpulas sindicais: Unidas contra os direitos trabalhistas

A- A A+

Nota da Redação de AND: Recebemos a recente mensagem da Liga Operária sobre a situação política nacional, na qual ela aponta que a Greve Geral convocada para o dia 30/06 ocorre dentro de uma situação de grande revolta dos trabalhadores e de manipulações e jogadas das cúpulas traidoras das centrais sindicais para mostrar protagonismo, negociar com o governo e defender esse podre sistema econômico-político-eleitoral. A mensagem afirma ainda que a Força Sindical já está claramente defendendo o adiamento da greve e a UGT se reúne com Temer buscando garantir as polpudas verbas das centrais em troca de apoio às ‘reformas’. Sobre as manifestações programadas para os dias 20 e 30 de junho, a Liga Operária considera que é importante participar de ambas, denunciando a postura conciliadora e traidora dessas cúpulas das centrais e a manipulação para transformar os justos protestos em atos pró-candidaturas do PT ou de outros partidos.

Reproduzimos também a seguir um pequeno trecho do texto Acordão entre PMDB, PSDB, PT, PCdoB, governo Temer e cúpulas pelegas das centrais sindicais para aprovar a destruição dos direitos trabalhistas, publicado pela Liga Operária no dia 14/06 em seu sítio (ligaoperaria.org.br).

Em Brasília, no Congresso de bandidos, segue de forma acelerada a tramitação do projeto de lei da Câmara – PLC – 38/2017. Um espúrio acordo de bastidores entre PMDB, PSDB, PT, PCdoB, cúpulas pelegas das centrais sindicais e governo Temer. É a base para assegurar a aprovação no senado desse projeto de destruição dos direitos trabalhistas até o final deste mês de junho ou no máximo em julho, antes do recesso parlamentar. Costurado com o Palácio do Planalto, o acordo têm como principais atores no senado, o líder do governo, Romero Jucá (PMDB), Ricardo Ferraço (PSDB), relator da “reforma trabalhista”, Tasso Jereissati (PSDB), Vanessa Grazziotion (PCdoB) e Paulo Paim (PT).

Da mesma forma ardilosa que foi aprovada na Câmara dos Deputados, o conjunto de maléficas medidas que alteram mais de 200 itens da CLT e atendem exclusivamente aos interesses patronais de banqueiros, latifundiários e de grandes burgueses — a maioria deles explicitados nos documentos “101 Propostas para Modernização Trabalhista” e “Agenda Legislativa da Indústria 2017” da Confederação Nacional da Indústria (CNI) — segue sendo aprovado sem qualquer alteração nas comissões do senado, com a cumplicidade dos senadores, tanto do governo quanto da oposição. Na terça-feira (23/05), a Confederação Nacional da Indústria (CNI) afirmava que “o Congresso Nacional precisa dar continuidade às reformas estruturais, que são fundamentais para colocar o país no rumo certo”, ou seja, no rumo do aumento da exploração e espoliação dos trabalhadores e da nação. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) emitiu também sua posição: “A crise política não deve atrapalhar andamento de reformas”.

O fermento político do acordão são as revelações de que centenas de parlamentares e praticamente todos os partidos políticos estão envolvidos nos esquemas de corrupção, o instinto de sobrevivência dessa escumalha de políticos, as articulações para evitar a prisão de Lula e garantir sua candidatura em 2018, para evitar a perda de mandato e prisão de Aécio Neves, para deter mais investigações e manter o combalido governo Temer. O ridículo julgamento do TSE que desconsiderou provas cristalinas e legitimou a chapa Dilma-Temer é mais um ingrediente do acordão [...].

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait