PA: Despejos mobilizam camponeses

A- A A+

Uma série de mandados de reintegração de posse emitidos pelo judiciário está ameaçando vários acampamentos no sul e sudeste do Pará, o que tem gerado uma intensa mobilização dos camponeses para barrar os despejos. Alguns despejos já foram realizados em novembro e dezembro e outros estão agendados para ocorrer nos primeiros meses de 2018.

Comissão Pastoral da Terra
Camponeses bloqueiam estrada que dá acesso ao Acampamento Hugo Chávez
Camponeses bloqueiam estrada que dá acesso ao Acampamento Hugo Chávez

As casas, criações de animais e lavouras das famílias camponesas, produtos de intensa luta e trabalho, correm o risco de ser destruídas e os camponeses lançados na beira da estrada pela série de mandados de reintegração emitidos pelo judiciário do velho Estado, que escancara o seu caráter de instrumento mantenedor dos interesses da grande burguesia e do latifúndio.

Despejos e ataque de pistoleiros

Um grande aparato policial foi mobilizado pelo gerente estadual Simão Jatene/PSDB para despejar as 362 famílias do Acampamento Hugo Chávez, ligado ao MST, no dia 14 de dezembro em Marabá.

Os camponeses ocupavam desde junho de 2014 às terras da fazenda Santa Tereza, onde plantaram abóbora, hortaliças, mandioca e milho, além de construírem a Escola Municipal Luís Carlos Miranda Gomes, que atende 180 estudantes. As famílias se alojaram no Assentamento 26 de Março também do MST situado em Marabá.

O Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar, com base em ameaças e intimidações, realizou o cumprimento do mandado de reintegração de posse expedido pelo juiz da 3ª Região Agrária de Marabá, Amarildo José Mazutti, em benefício do latifundiário Rafael Saldanha de Camargo, pretenso proprietário da fazenda Santa Tereza.

Camponeses bloqueiam estrada que dá acesso ao Acampamento Hugo Chávez

Manifestantes chegaram a bloquear a ponte sobre o rio Itacaiúnas, em Marabá, no dia 13 de dezembro exigindo a suspensão do mandado de reintegração de posse contra o Acampamento Hugo Chávez.

Três dias antes do despejo, pistoleiros fortemente armados atacaram as famílias do Acampamento Hugo Chávez. Segundo relatos dos camponeses a Comissão Pastoral da Terra (CPT), por volta de 16h30 os pistoleiros abordaram e intimidaram integrantes do acampamento em uma estrada de acesso ao local. Horas depois, os pistoleiros em três caminhonete pararam em frente à guarita do acampamento e efetuaram disparos, causando correria e pânico entre os camponeses, mas ninguém saiu ferido.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait