CE: Anacé resistem a criminalização de lideranças

A- A A+

Os anacé têm resistido às ameaças de ataques e a criminalização de suas lideranças pelo velho Estado em conluio com latifundiários do município de Cauípe, no Ceará. Os indígenas têm recebido constantes ameaças e intimidações em razão de sua luta pelo território e pela água.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

No dia 22 de fevereiro, 30 entidades e movimentos populares e democráticos lançaram uma nota de solidariedade aos indígenas do povo Anacé, no qual exigem a investigação das ameaças realizadas e a demarcação de suas Terras.

“Cerca de um mês após sofrerem duas reintegrações de posse com uso de força policial, lideranças Anacé, especialmente da Japoara e do Cauípe, localizadas no município de Caucaia, no estado do Ceará, ainda vivem sob frequentes intimidações. Há relatos de pessoas que passam em motocicletas e, usando capacetes para esconder o rosto, deixam recados que os Anacé interpretam como ameaças. Eles temem por suas vidas.”, denuncia a nota.

As reintegrações de posse mencionadas ocorreram nos dias 19 e 24 de janeiro deste ano.

No dia 19, os anacé que ocupavam uma área conhecida como Lagoa do Barro, no município de Caucaia, sofreram uma reintegração de posse realizada pela Polícia Militar do gerente estadual Camilo Santana/PT. Indígenas foram agredidos e as lideranças ameaçadas de prisão pelos policiais.

Cinco dias depois, um acampamento dos anacé foi removido violentamente com o uso de balas de borracha e spray de pimenta pela Tropa de Choque da Polícia Militar para permitir a retirada de águas do Lagamar do Cauípe, com o objetivo de abastecer as empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Todos os barracos construídos pelos indígenas foram postos abaixo pelos policiais.

Nos últimos cinco anos, os anacé têm intensificado o processo de autodemarcação dos seus territórios tradicionais a partir do aumento de retomadas de terras do latifúndio.

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait