SP: Incêndio é desastre premeditado

A- A A+

Foto: Comitê de Apoio ao AND de São Paulo

São Paulo virou a madrugada do dia 30 para 1º de maio sob a tragédia do incêndio de grandes proporções – premeditada pelo governo do estado de Alckmin/PSDB – que causou o desabamento de um prédio de 24 andares no Largo do Paissandu, centro da cidade, onde viviam ao menos 150 famílias. Oficialmente, quatro pessoas estão desaparecidas e uma morreu.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Os moradores pagavam aluguel para morar ali, alguns mais de 400 reais. Segundo eles, essa era a única saída para conseguirem morar em São Paulo, em busca de emprego.

Ao menos 1,2 milhões de famílias proletários e semiproletários vivem em condições precárias na cidade, segundo a Secretaria Municipal da Habitação. Supondo que cada família tem em média três integrantes, o número salta para 3,6 milhões de pessoas.

O aumento nos aluguéis, políticas habitacionais insuficientes e uma forte crise econômica são apenas alguns dos motivos que se somam ao déficit habitacional. Tudo isso leva famílias a ocuparem prédios em condições precárias. O resultado são cerca de 70 prédios ocupados por aproximadamente 4 mil famílias somente na região central, de acordo com dados da Prefeitura de São Paulo.

O governo, no entanto, busca utilizar disso para culpar as famílias que ocupam prédio e alavancar a repressão contra outros imóveis ocupados legitimamente. Cria-se, assim, uma cortina de fumaça que esconde o caráter previsível e premeditado dessas tragédias – resultado da miséria imposta ao proletariado e semiproletariado.

tag:

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait