Unidade de Polícia Pacificadora do Morro do Cantagalo: "Quando eu vejo um policial, começo a tremer"

A- A A+

Nos meses de março e abril, a reportagem de AND esteve por diversas ocasiões no Morro do Cantagalo, zona Sul da cidade, onde, desde 2009, uma Unidade de Polícia Pacificadora ocupa os becos e vielas. Assim que a UPP chegou ao Cantagalo, começaram a surgir inúmeras denúncias de abusos de policiais contra moradores.

Nos últimos dois meses, militantes da Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência denunciaram graves barbaridades cometidas por policiais da UPP contra a população. Muitas vítimas que conversaram com AND dizem ter sofrido seções de tortura, espancamentos e intimidações. Além disso, um trabalhador que não quis se identificar denunciou roubos e extorsões cometidas por PMs contra trabalhadores do Cantagalo.

Era uma noite chuvosa de domingo, final de março, quando a vida de um jovem de 17 anos morador do Morro do Cantagalo mudou para sempre. O rapaz, que preferiu não se identificar, foi mais uma vítima do regime de exceção imposto pela UPP aos moradores dessa favela da zona Sul do Rio. Em uma rápida conversa com o jovem, ele relatou à equipe de AND os momentos de pânico que viveu quando foi barbaramente torturado por policiais com choques, golpes de barra de ferro, socos e pontapés. Dono de um semblante abatido e de uma voz amedrontada, o jovem contou como tudo aconteceu.

Eu estava voltando de uma festa, quando vi dois amigos meus sendo abordados por policiais em frente a minha portaria. Como eu sei o jeito deles de agir, peguei minha câmera e subi na laje do meu prédio para observar.

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait