AL: Camponeses resistem contra Operação de guerra em Rio Largo

A- A A+
Camponeses do Acampamento da Fazenda Várzea Grande ocupam a fazenda Várzea Grande desde o dia 27 de agosto

O velho Estado está realizando uma operação de guerra contra os camponeses do Acampamento da Fazenda Várzea Grande situado em Rio Largo (AL), buscando aterrorizá-los e intimida-los, realizando uma demarcação irregular. Um centro de operações da Polícia Militar foi instalado ao lado do acampamento.

Nos dias 8 e 9 de outubro, dois caminhões do exército reacionário e 800 policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da PM realizaram treinamento na mata próximo ao acampamento. Segundo denúncias dos camponeses, organizados sob a bandeira vermelha da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) do Nordeste, enviadas a redação de AND foram ouvidos sons de gravações de gritos de pessoas torturadas e gritos de guerra dos militares, além dos sons de disparos e bombas lançadas. Um helicóptero das forças repressivas sobrevoou a área.

Ainda de acordo com os camponeses, a ação de intimidação das forças militares e policiais do velho Estado se deve ao fato da Usina Utinga Leão não ter respaldo político e jurídico para remover o acampamento.

Em área próxima ao Acampamento da Fazenda Várzea Grande entraram duas viaturas da polícia, ambulância e tratores, além de cortarem o sinal celular.

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) não se pronunciou, e na reunião ocorrida com os órgãos do velho Estado tiveram total liberdade de palavra os advogados da usina e o secretário de segurança.

Os camponeses denunciaram que qualquer crime praticado contra eles será de responsabilidade das gerências estadual e federal de Renan Filho e Michel Temer, respectivamente, ambos do PMDB.

COBERTURA DE AND SOBRE A LUTA CAMPONESA EM RIO LARGO

Velho Estado criminaliza luta em Rio Largo

Camponeses denunciam crimes do latifúndio em reunião

Corte popular iniciado

Camponeses tomam terra em Rio Largo

Camponeses denunciam ataques do latifúndio

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait