Chile: Quatro mapuches raptados e torturados

A- A A+

Quatro jovens mapuches da Comunidade Autônoma de Temucuicui foram sequestrados e atacados por um grupo de paramilitares, no setor de laguna Malleco, em Araucanía, no dia 03/11.

Os quatro jovens mapuches retornavam de uma jornada de colheita de remédios e frutos naturais na zona. Próximo das 8 horas da noite, foram interceptados por oito caminhonetes com paramilitares armados. O bando armado rendeu-os, amarrando-os e passaram a espancá-los na estrada mesmo. A sessão de espancamento e tortura se prolongou por mais de quatro horas.

Os mapuches denunciam ainda que, após a sessão de tortura realizada na estrada, foram levados por carabineros (polícia chilena) que foram acionados e passaram o resto da noite amarrados na delegacia do distrito de Victoria, na província de Malleco.

No dia 04/11, os quatro jovens mapuches foram liberados. A detenção foi considerada ilegal pelo próprio tribunal do velho Estado. Não lhes foi atribuído delito algum.

Crime policial impune

No dia 06/11, uma marcha foi realizada em Santiago para recobrar punição a uma série de criminosas ações policiais das Forças Especiais contra o povoado de Wallmapu desatada em dezembro de 2016.

A mais significativa ação repressiva ocorreu durante um cerco policial injustificado. Vendo a violência desatada indiscriminadamente, o mapuche Brandon Hernández Huentecol, decidiu proteger seu irmão de 13 anos e foi atingido nas costas e na pélvis por 180 esferas de chumbo disparadas por um policial que portava uma escopeta. Após passar por 16 complexas cirurgias, ainda hoje tem alojado em seu corpo pelo menos 30 esferas de chumbo. O responsável pelo crime, identificado como sargento Cristian Rivera Silva, segue impune.

A marcha foi reprimida pela polícia e vários foram detidos.

Estudantes e apoiadores da causa mapuche exigem justiça para o criminoso policial do caso Bradon, 06/11.

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait