GO: Exitosa Celebração dos 100 anos da Grande Revolução Socialista de Outubro

A- A A+

Com grande êxito foi realizada em Goiânia (GO), na Faculdade de Educação da UFG, a celebração do centenário da Grande Revolução Socialista de Outubro no dia 18/11.

Organizado pelo MFP (Movimento Feminino Popular), o evento contou com dezenas de pessoas que saudaram esse grande marco da história da humanidade.

A celebração iniciou com a apresentação do Hino da União Soviética, em seguida, os participantes entoaram de pé solenemente, o hino do proletariado, A Internacional. O ato político-cultural se dividiu em leitura e debate do texto da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP), “Viva o Luminoso Caminho de Outubro”, publicado no jornal A Nova Democracia, edição nº 200; declamações de poesias, músicas populares e comes e bebes.

O DEBATE

As intervenções no debate enalteceram a Grande Revolução Socialista de Outubro, destacando seu papel ímpar. Foi a primeira vez na história que o proletariado tomou o poder e edificou uma sociedade socialista, iluminando todos os povos para realizar, em cada país, seus próprios processos revolucionários a serviço da revolução proletária mundial. Cumprindo, assim, com a primeira etapa na construção de uma sociedade sem classes e sem exploração do Homem pelo Homem.

Destacou-se ainda os inúmeros avanços da Grande Revolução Socialista de Outubro para as amplas massas da União Soviética. Foi, primeiramente, na URSS que a mulher passou a ter o direito ao divórcio e à descriminalização do aborto. Ressaltou-se, ainda, que mesmo após inúmeras guerras civis, ataques de mais de 14 países, sem falar na destruição causada pela 1ª e 2ª Guerra Mundial, a União Soviética passou de um país semicolonial para a maior potência mundial.

A celebração reforçou os fundamentais aportes do Grande Lenin no desenvolvimento do marxismo, elevando a Ideologia do proletariado a uma etapa superior, o Marxismo-leninismo, sendo Stalin seu continuador e grande dirigente comunista que soube conduzir e edificar o socialismo na URSS, evitando uma restauração capitalista durante este período.

O debate enalteceu a grande batalha ideológica entre o Presidente Mao contra a teoria podre das “Três pacíficas” e dos “Dois Todos” encabeçadas pelo revisionista Kruschov, no XX Congresso do PCUS. Tal batalha foi fundamental para que o Presidente Mao pudesse demonstrar que no Partido Comunista também havia contradições de classes, desvendando a necessidade da luta de duas linhas interna como meio de combate à restauração capitalista.

A Grande Revolução Socialista de Outubro foi fundamental para o desenvolvimento da teoria Marxista. Não só pelo grande Lênin, serviu, também, de fonte para que o Presidente Mao pudesse desenvolver a ideologia proletária a um patamar superior, o Marxismo-leninismo-maoismo. Tal ideologia, toda poderosa, é fonte imensurável para todas as Revoluções em curso no mundo, como ocorre na Índia, Filipinas e no Peru. É ainda, fonte ideológica do proletariado de todo o mundo, para cumprirem com sua tarefa de realizar revoluções em seus países, como é o caso do Brasil. Parte do marxismo-leninismo-maoismo são os aportes de valor universal do pensamento Gonzalo, responsável pela sistematização do maoismo como terceira e superior etapa do marxismo-leninismo. Assim como, forjou o conceito e necessidade da conformação do pensamento guia para a aplicação criadora da ideologia em cada país e de uma chefatura capaz de aplicar esse pensamento e dirigir todo o processo revolucionário.

ATRAÇÕES CULTURAIS

A Celebração contou com intervenções culturais após o debate. As(os) companheiras(os) do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR) entoaram a canção da juventude revolucionária soviética, a Jovem Guarda.

Um militante operário declamou uma poesia em homenagem à Grande Revolução de Outubro. Outro participante, um estudante do MEPR recitou um poema criado por ele, especialmente para essa celebração. Demais participantes também declamaram outras que estavam em um belo painel recheado de históricas poesias revolucionárias sobre a memorável Grande Revolução Socialista de Outubro. A atividade contou também com a voz e violão de um companheiro que cantou músicas de luta, como Cipó de Aroeira, de Geraldo Vandré.

A Celebração Político-Cultural da Grande Revolução Socialista de Outubro foi encerrada com o vigoroso canto do Hino do Movimento Feminino Popular.

VIVA OS 100 ANOS DA GRANDE REVOLUÇÃO SOCIALISTA DE OUTUBRO!

HONRA E GLÓRIA ETERNAS AO HEROICO PARTIDO BOLCHEVIQUE E AOS GRANDES LENIN E STALIN!

ABAIXO O REVISIONISMO E TODO O OPORTUNISMO!

DESPERTAR A FÚRIA REVOLUCIONÁRIA DA MULHER!

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait