SC: Servidores ocupam Hospital Regional de Araranguá e recebem apoio de estudantes

A- A A+

Servidores ocuparam o Hospital Regional de Araranguá (SC) em razão do grave atraso no pagamento dos salários no dia 22 de dezembro.

Há vários meses a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), "Organização Social" (OS) responsável pela gestão do hospital, atrasa o pagamento dos funcionários, gerando constante revolta entre os profissionais de saúde da instituição. Como justificativa, a empresa afirmou que a Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina estaria atrasando os repasses de verba.
Por sua vez, a Secretaria de Estado de Saúde nega ter havido atrasos no repasse para a SPDM. E para piorar a situação, o secretário de Estado de Saúde de Santa Catarina, Vicente Caropreso, anunciou o rompimento com a gestão da SPDM. 
O IDEAS, Instituto Desenvolvimento, Ensino, e Assistência à Saúde, provavelmente a nova OS gestora do hospital, anunciou um processo seletivo com apenas 250 vagas, sendo que o número de funcionários atualmente necessários para manter o Hospital é maior que esse, gerando insegurança para os trabalhadores que estão ameaçados de perderem seus empregos automaticamente e problema grave para a população da região que tem as condições para o tratamento de saúde cada vez mais precarizadas. 
Os servidores afirmaram que só sairão quando tiveram suas reivindicações atendidas, e que não aceitarão o processo seletivo da nova empresa. Também denunciaram as condições precárias de trabalho no hospital.
Em solidariedade à luta dos profissionais de saúde, estudantes da região organizados no movimento Resistência Estudantil Araranguá (REA) emitiram uma nota de apoio, reproduzida a seguir.

NOTA DE APOIO À OCUPAÇÃO DO HOSPITAL REGIONAL ARARANGUÁ

Companheiros e companheiras,
Nós da Resistência Estudantil Araranguá, viemos através desta nota saudar a ocupação do Hospital Regional de Araranguá, levada a cabo pelos trabalhadores do mesmo, no dia 22/12 (sexta-feira).
A ocupação do Hospital Regiona de Araranguá (HRA) é plenamente justa. Já faz anos que o Hospital é abandonado pelo "governo" estadual, deixando-o sem estrutura adequada, sem quantidade de medicamentos necessária, e com falta de pessoas no quadro de funcionários.
Ao contrário do que dizem, que é “esquecimento” ou “descaso” do “governo” estadual com o Hospital Regional, que não atende apenas a Araranguá, mas a várias outras cidades da região, essa é uma política de Estado friamente calculada.
Com a justificativa de que o Estado é ineficiente, e não tem competência para administrar o Hospital, passam o controle do mesmo para as mãos de empresas privadas, que são, supostamente, apenas na cabeça deles, mais qualificadas e mais capazes de administrar o que, por direito, é público e gratuito.
Companheiros e companheiras, nós da Resistência Estudantil Araranguá, na maioria dos estudantes, participamos da ocupação do IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina) – Araranguá, lutando contra a PEC 55, antiga PEC 241, e contra a famigerada “reforma” do Ensino Médio. Esse “governo” federal, através do MEC, tentou nos ameaçar pedindo nossos nomes para impor multas a nossas famílias, e tentando, inutilmente, fazer nós recuarmos.
Sabemos qual o caráter desse “governo” estadual de Santa Catarina, que está intimamente ligado aos seus amiguinhos em Brasília: um governo antipovo, formado por quadrilheiros, que servem aos interesses de uma minoria insignificante, destruindo aquilo que pertence à imensa maioria do povo catarinense.
Por isso, nós da REA, nos colocamos ao lado dos trabalhadores do HRA, porque sabemos que sua luta é justa, e acreditamos que se irmos até o fim, conseguiremos que atendam todas as reivindicações dos companheiros e companheiras trabalhadores do Hospital.
Podem contar conosco para tudo que precisarem! Nós, estudantes revolucionários que servem ao povo, estaremos prontos para resistir aos ataques desse velho Estado podre e carcomido, que não serve aos interesses da imensa maioria do povo brasileiro, mas apenas aos interesses da insignificante minoria de grandes burgueses e latifundiários que acham que ainda governarão nosso país por muito tempo; sonhos em vão da reação!
Apoiaremos a ocupação mobilizando, politizando, e organizando o povo de Araranguá e região, com o objetivo de divulgar e propagandear a importância da ocupação do Hospital, que aliás, é histórica!

DERRUBAR OS MUROS DA UNIVERSIDADE!
SERVIR AO POVO NO CAMPO E NA CIDADE!VIVA A HISTÓRICA OCUPAÇÃO DO HOSPITAL REGIONAL!
ABAIXO À REPRESSÃO DO VELHO ESTADO!
VIVA A LUTA INDEPENDENTE, COMBATIVA E CLASSISTA!

Resistência Estudantil Araranguá







Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait