‘Esta indescritível liberdade’ será lançado presencialmente no Rio

‘Esta indescritível liberdade’ será lançado presencialmente no Rio

Print Friendly, PDF & Email

Ocorrerá, no dia 7 de dezembro, o lançamento presencial do romance Esta indescritível liberdade, de Igor Mendes, finalista do Prêmio Jabuti 2021. O evento, tão esperado pelos leitores e amantes de literatura, ocorrerá no Espaço Cultural Maloka, no Centro do Rio de Janeiro.

O autor do romance assim convida o público: “Finalmente. Após um ano e meio, ‘Esta indescritível liberdade’, livro finalista do Prêmio Jabuti 2021, terá seu lançamento presencial no próximo dia 7. Será uma ocasião para apresentar a obra aos que ainda não a conheceram e compartilhá-la com os que já trilharam os caminhos acidentados de André, Sonho, Júlia & Cia. Faremos, acima de tudo, uma celebração da nossa teimosia em seguir adiante e recomeçar de novo, tão importante na arte quanto na vida. Espero encontrá-los neste animado bate-papo!”.

Igor Mendes é, além de escritor, ativista político e foi perseguido por participar de manifestações populares em 2013-2014, passando meses na prisão. Esta indescritível liberdade é o seu terceiro livro publicado. O primeiro, A pequena prisão, conta de forma brilhante sua experiência no cárcere e é prefaciado pela renomada professora Vera Malaguti, e o segundo, Resistir é preciso, se equipara a um manifesto político em denúncia à perseguição e à farsa jurídica montada contra os 23 ativistas presos em 2014, dentre os quais ele mesmo.

O evento de lançamento presencial do seu terceiro livro será aberto e contará com ilustres presenças de artistas, como as atrizes Soraya Ravenle e Isabel Teixeira, e os atores Armando Babaioff e Ruan Aguiar. A música estará por conta do empolgante grupo Casa Norte.

A descrição do evento, com seus detalhes, segue abaixo:

“Esta indescritível liberdade”, com leitura de trechos e sessão de autógrafos.

Convidados: Soraya Ravenle, Isabel Teixeira, Armando Babaioff, Ruan Aguiar e grupo Casa Norte.

07/12/2021, terça-feira, às 19h – Espaço Cultural Maloka, Rua Dídimo, 90, Centro do Rio.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: