Alemanha: Libertando sua fúria, 800 rebelados enfrentam a polícia reacionária alemã

Alemanha: Libertando sua fúria, 800 rebelados enfrentam a polícia reacionária alemã

Print Friendly, PDF & Email


Vidraça quebrada em revolta das massas contra os agentes do Estado reacionário alemão. Foto: Dem Volke Dienen

Durante a madrugada do dia 19 de Julho, as massas entraram em confronto com a polícia reacionária alemã, no centro de Frankfurt. De acordo com o monopólio da mídia e a própria polícia, entre 500 a 800 pessoas tomaram parte no confronto após, alegadamente, os policiais intervirem em uma briga entre pessoas alcoolizadas, os agentes da repressão foram revidados com garrafas de vidro e latas de lixo, além de ter viaturas atacadas, com as massas gritando ACAB (“Todos os policiais são bastardos”, do inglês). Cerca de cinco policiais saíram feridos, com 39 revoltosos presos, todos imigrantes. O chefe da polícia afirmou que nunca havia visto algo tão grandioso e numeroso antes.

Embora a polícia afirme que tal fúria das massas vem apenas por estarem “alcoolizadas e brigando”, tal revolta se da sob o contexto do que imigrantes na Alemanha denunciam ser perseguidos constantemente pela polícia, com sua “revista de cunho racial”, além do estado de emergência e as medidas do Estado reacionário que, utilizando-se da pandemia, é usado para oprimir as massas, principalmente migrantes.

Tal confronto se dá semanas após a noite do dia 23 de junho, onde uma revolta semelhante aconteceu durante à noite, em que centenas de jovens tomaram as ruas e destruíram lojas do monopólio e enfrentaram a polícia reacionária.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: