Colômbia: Três camponeses pobres são assassinados por paramilitares em Córdoba

Colômbia: Três camponeses pobres são assassinados por paramilitares em Córdoba

Print Friendly, PDF & Email


Camponeses do sul de Córdoba indo ao trabalho. Foto: Banco de Dados AND

No dia 27 de julho, três camponeses pobres de Córdoba foram assassinados após o ataque de um grupo paramilitar próximo ao município de San José de Uré, durante a madrugada.

O grupo paramilitar Los Caparros, conhecido pelo seu tráfico de drogas no país, foi o responsável pela morte dos camponeses após invadir a casa dos camponeses e roubar os celulares e outros itens de valor para a família. Após ameaçar assassinar os líderes da comunidade camponesa, o grupo paramilitar matou um homem de 46 anos e dois jovens menores de idade, de 15 e 16 anos.

Após o massacre e sob a ameaça de assassinar os líderes, o grupo forçou os habitantes da região a deixarem o lugar de suas casas em meio a pandemia, com os camponeses se dirigindo ao município de San José de Uré.

Há anos a região do sul de Córdoba é conhecida por ser uma zona de guerra entre grupos paramilitares do narcotráfico, Los Caparros e Clan del Golfo, com os mais pobres da região sendo vítimas desse conflito.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: