DF: Milhares de estudantes atacam sede do MEC

DF: Milhares de estudantes atacam sede do MEC

Print Friendly, PDF & Email

Mais de dois mil manifestantes, entre estudantes e servidores da Universidade de Brasília (UnB), realizaram um protesto contra o corte de orçamento da universidade no dia 10 de abril. O ato foi até o Ministério da Educação (MEC), onde os presentes enfrentaram forte repressão policial.

A repressão usou spray de pimenta e bombas de efeito moral e, em justa revolta, os manifestantes revidaram com pedras e paus contra o prédio do MEC. Paredes foram pichadas com dizeres como Abaixo os cortes e duas vias da Esplanada dos Ministérios foram bloqueadas com uma barricada. A bandeira do velho Estado brasileiro em frente ao órgão também foi queimada e os manifestantes aproveitaram a ocasião para repudiar o governo semicolonial de Temer.

Dois dias depois, estudantes ocuparam a reitoria, exigindo acesso ao orçamento da instituição. Cerca de 500 estudantes, com combatividade, entraram no prédio entoando a consigna: A nossa luta unificou, é estudante e trabalhador.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: