Edições Impressas

Ano XXIII, n° 254 – dezembro 2023 e janeiro 2024

Resistência Palestina conquista importante vitória tática.

Milhares de protestos, comícios, manifestações, pichações e todo tipo de ações ocorreram em países de todos os continentes em solidariedade à Palestina e em rechaço aos crimes de guerra, ataques e bloqueio realizados por Israel contra o território palestino e seu povo desde o fatídico 7 de outubro, início da Tempestade de Al-Aqsa.
Todos os analistas burgueses da “geopolítica” afirmam: o atual conflito entre Israel e Palestina é diferente de todas os demais em curso no mundo e, mesmo, dos já ocorridos entre ambos. A audácia da Resistência Nacional Palestina foi um golpe muito poderoso, que baixou fortemente o moral das tropas sionistas e animou o ímpeto anti-imperialista em todo o mundo.
Até o dia 22 de novembro, o Ministério da Saúde de Gaza informou que pelo menos 14 mil pessoas já morreram durante os bombardeios criminosos.