Ex-guerrilheiros das FARC mortos após capitular

Ex-guerrilheiros das FARC mortos após capitular

Print Friendly, PDF & Email

Com informações de Secours Rouge

Pelo menos 22 ex-guerrilheiros da extinta Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) foram assassinados na Colômbia desde o começo do ano. O último assassinato teve como alvo Juan Vicente Carvajal, também conhecido como “Misael”, ex-comandante da 10ª Frente das FARC. Desde a assinatura do “acordo de paz” em 24 de novembro de 2016, mais de 40 ex-combatentes e parentes foram assassinados, bem como dez líderes comunitários associados ao novo partido eleitoreiro que derivou do processo de capitulação.

O comandante “Misael”, libertado da prisão após a assinatura do “acordo de paz”, foi morto no departamento de Arauca, fronteira com a Venezuela, no dia 7 de maio.

Conforme denunciado pelo AND, o processo de capitulação, ao contrário do que propagandeavam os oportunistas de todos os matizes, abriu um novo ciclo de eliminação física daqueles que pegaram em armas contra o velho Estado e seus governos antipovo.

 Comandante Misael
Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: