Filipinas: Forças da repressão bombardeiam massivamente regiões maoistas

Filipinas: Forças da repressão bombardeiam massivamente regiões maoistas

Print Friendly, PDF & Email

As Forças Armadas das Filipinas (FAF) vem realizando bombardeios massivos e ofensivos desde o início de dezembro, nas províncias de Misamis Oriental, Bukidnon e Agusan do Sul, na região de Mindanao. Os bombardeios ameaçam e atingem as regiões camponesas onde atua o Novo Exército do Povo (NEP), dirigido pelo Partido Comunista das Filipinas (PCF), que comemora seu 50º aniversário.

Foi mobilizado um forte aparato militar para reprimir as zonas guerrilheiras. Helicópteros de ataque MD-520 e tanques de guerra foram utilizados nos bombardeios. Só no início do mês, dia 7, soldados atacaram a área com 14 rodadas de artilharia de Howitzers, sendo que no dia seguinte foram 11 rodadas de disparos aéreos de foguetes MD-520. No dia 12 de dezembro houve um aumento para 15 rodadas de artilharia, na noite do dia 13 foram 11 rodadas de artilharia.

O Novo Exército Popular respondeu às investidas com ataques de guerrilha, resultando em mais quatro confrontos com as tropas da reação. Este efetuou 14 baixas nos soldados. Segundo os moradores da região, dois corpos foram encontrados em Barangay Jagpa, no dia 7 de dezembro. Na noite deste dia, ambulâncias entraram na região de Barangay Calabugao em busca de soldados feridos e 12 foram encontrados mortos.

Imagem relacionada

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: