GO: Celebração dos 200 anos de Karl Marx

GO: Celebração dos 200 anos de Karl Marx

Print Friendly, PDF & Email

Um importante evento de celebração dos 200 anos de Karl Marx, inestimável titã da causa do proletariado, foi organizado em Goiânia, no dia 11 de dezembro. Dezenas de militantes foram homenageados na ocasião.

A celebração foi organizada pelo Movimento Feminino Popular (MFP), em conjunto com outros movimentos democráticos e revolucionários, como o Movimento Classista dos Trabalhadores em Educação (Moclate), o Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), além de ativistas independentes e do Comitê de Apoio ao AND da cidade.

Participaram da celebração aproximadamente 30 pessoas e, para compor a mesa desse evento, foi convidado o Diretor de AND, o professor Fausto Arruda. O local foi adornado com as imagens dos grandes chefes do proletariado, com as bandeiras dos movimentos envolvidos, e com a bandeira do heroico povo palestino. Ao final ocorreu um brinde com comes e bebes ao célebre Karl Marx.

Essa celebração cumpriu o importante objetivo de manter viva a ideologia científica do proletariado internacional, forjada em meio à luta de classes, por esse grande Chefe do Proletariado, Karl Marx, assim como elevar o nível político, ideológico e teórico dos participantes.

Para essa celebração, foram organizados 3 encontros para estudos e debates sobre os textos da série De Karl Marx ao marxismo, do Núcleo de Estudos do Marxismo-Leninismo-Maoísmo.

No dia da celebração, a mesa apresentou um debate riquíssimo sobre a situação política nacional, sobre a forja da ideologia do proletariado e seus desdobramentos em marxismo-leninismo-maoísmo e as contribuições de valor universal do pensamento gonzalo, assim como pontuou sobre a urgente necessidade  de uma vanguarda revolucionária capaz de dar direção consequente na luta de classes em nosso país.

As intervenções dos participantes foram contundentes ao reafirmar o compromisso na luta diante do atual momento de militarização de nossa sociedade e da necessidade histórica que é apresentada ao povo brasileiro.

No dia seguinte, 12 de dezembro, o MEPR, aproveitando a passagem do Diretor de AND na cidade, realizou uma roda de conversa na Universidade para todos e todas que quisessem discutir a atual situação política do país e do mundo.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: