GO: População se revolta e fecha terminal em Goiânia

GO: População se revolta e fecha terminal em Goiânia

Print Friendly, PDF & Email

Na último dia 10 de agosto, os trabalhadores, trabalhadoras e estudantes que esperavam ônibus se revoltaram com o prolongado atraso dos ônibus e fizeram uma manifestação espontânea no Terminal Praça da Bíblia, no Setor Universitário de Goiânia.

Os trabalhadores reclamam que a tarifa (que atualmente é de R$ 4,00) está desproporcional às condições que eles enfrentam todos os dias, dada a precariedade do serviço oferecido. Vale ressaltar que boa parte dos benefícios conseguidos com muita luta foram cortados desde que as manifestações pelo transporte retrocederam na cidade, tais como: o programa ganha tempo (que permitia a integração fora dos terminais) e o meio passe estudantil.

O povo goiano já não mais tolera a máfia que se estabeleceu na gestão do transporte público na cidade. Todo ano a tarifa é reajustada acima do valor da inflação e nenhuma perspectiva de melhora dos ônibus é apresentada.

Foto ilustrativa 

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: