Honduras: Com fome, povo se enfurece e protesta

Honduras: Com fome, povo se enfurece e protesta

Print Friendly, PDF & Email

No dia 11 de abril, assim como no início daquela semana, os habitantes confinados de Choloma (departamento de Cortés) protestaram ao exigir que o velho Estado os fornecesse alimentos durante a crise sanitária e econômica em meio ao novo coronavírus.

Os manifestantes queimaram pneus e ergueram barricadas nas entradas do bairro López Arellano, pois as “autoridades” não cumpriram sua promessa de distribuir “pacotes solidários” contendo alimentos. 

“Não é o vírus que vai nos matar, mas a fome!”, protestaram os moradores. 

Reforços policiais foram até a área para reprimir a manifestação e impedir o saque de um supermercado e outros negócios pelas massas famintas, sem sucesso.

Polícia reprime manifestantes de Choloma, Honduras, que protestavam contra a fome.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: