Índia: Acampamento da polícia é explodido por maoistas

Índia: Acampamento da polícia é explodido por maoistas

Print Friendly, PDF & Email

Combatentes do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL) explodiram diversas instalações de um antigo acampamento da Força Policial da Reserva Central, em Boreguda, na cidade de Sukma. A ação armada ocorreu no início da madrugada.

Em uma outra ação, mais de 150 guerrilheiros do EGPL empreenderam ataque contra as obras de uma rodovia em Dharampenta e Pedgudam, também em Sukma. Um caminhão foi destruído na ação. O Partido Comunista da Índia (Maoista), que dirige o EGPL, convocou as massas a boicotar a visita do primeiro-ministro.

As ações ocorrem em meio aos preparativos para receber o primeiro-ministro reacionário, Modi, na região. Ele será protegido por mais de 10 mil efetivos de diversas forças repressivas com helicópteros e drones, que já estão realizando operações anticomunistas, sem nenhum sucesso.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: