Índia: Agentes da reação feridos em emboscada sobe para 26

Índia: Agentes da reação feridos em emboscada sobe para 26

Print Friendly, PDF & Email

Combatentes do EGPL. Foto ilustrativa

O monopólio de imprensa indiano comunicou que subiu para 26 o número de agentes da repressão feridos na emboscada empreendida pelo Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL), dirigido pelo Partido Comunista da Índia (Maoista), no dia 27 de maio, no distrito de Serikela Kharsawan, estado de Jharkhand.

Os agentes feridos são do Comando de Ação Resoluta (CoBRA), que é uma unidade especial da Força Policial da Reserva Central (FPRC). A ação ocorreu por volta de 4h45 da manhã, com a explosão de um potente artefato que deixou os policiais gravemente feridos.

Outras informações dão conta que houve um tiroteio por cerca de 20 minutos após a explosão, contudo, a polícia nega o enfrentamento. Os feridos foram transportados para um hospital privado de Ranchi, três deles em estado grave.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: