Índia: Greve convocada por maoistas paralisa distritos

Índia: Greve convocada por maoistas paralisa distritos

Print Friendly, PDF & Email

Uma greve geral (bandh) convocada pelo Partido Comunista da Índia (Maoista) paralisou ao menos cinco distritos no estado de Orissa, no dia 21/10.

A greve, convocada no dia 13/10 pelo porta-voz do Comitê Zonal Especial fronteiriço de Andhra-Odisha, camarada Jagabandhu, é uma resposta às atrocidades policiais e exigindo sistema de irrigação para os camponeses da região.

A greve durou 12 horas e obteve adesão significativa nos distritos de Rayagada, Kandhamal, Kalahandi, Gajapati e Ganjam, apesar do Estado policial mobilizado para constranger e intimidar os trabalhadores e pequenos comerciantes. Todo o sistema de transporte coletivo foi paralisado nesses distritos.

Os maoistas bloquearam ainda uma rodovia federal com barricadas na ponte de Tagada, Baliguda e Tumudibandh, no distrito de Kandhamal. Bandeiras vermelhas com consignas agitadas pelos comunistas anunciavam a greve.

Há também boatos de uma ação armada realizada na fronteira de Kandhamal com Kalahandi, conforme informou o monopólio da imprensa local Indian Express.

A greve foi convocada principalmente para exigir punição ao estupro de uma jovem tribal no distrito de Koraput, onde tropas da Força Policial da Reserva Central (FPRC) realizam operações anti-maoistas. A jovem voltava para casa e foi violentada por quatro soldados da reação, denunciou o PCI (Maoista).

Maoistas bloqueiam rodovia federal com barricadas na ponte de Tagada, Baliguda e Tumudibandh, no distrito de Kandhamal. 

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: