Índia: Líder estudantil sofre atentado político

Índia: Líder estudantil sofre atentado político

Print Friendly, PDF & Email
O estudante Umar Khalid, da Universidade Jawagarlal Nehru (JNU, sigla em inglês), foi alvo de um atirador enquanto se dirigia a um evento político que denunciaria a situação dos povos dalits e muçulmanos. O atirador errou o disparo graças aos amigos do jovem, que intimidaram o bandido, que fugiu do local.

O estudante afirmou que, apesar de se assustar, não se surpreendeu com a situação, pois é parte de um contexto de crescimento das agressões a ataques às populações tribais e de castas oprimidas na Índia. “O que aconteceu nos últimos anos: essa campanha de desinformação e de ódio que está sendo espalhada pelo monopólio de comunicação contra todos que se opõem ao governo. Quem o questiona é tachado como ‘elementos anti-nacionais’ e qualquer coisa pode ser feita contra eles pelo exército de encrenqueiros alimentado pelo Partido que está na gerência do Estado.”, denunciou Khalid. O partido mencionado é o Partido do Povo Indiano (sigla inglês BJP), cujo um dos filiados é o primeiro-ministro reacionário Narendra Modi.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: