Índia: Maoistas atacam mineroduto de multinacional

Índia: Maoistas atacam mineroduto de multinacional

Print Friendly, PDF & Email

Um pelotão de combatentes do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL), dirigido pelo Partido Comunista da Índia (Maoista) realizou um ataque contra o monopólio multinacional indiano Essar Steel e destruiu parte de um mineroduto de ferro da companhia que estava localizado na aldeia Digha Janbai, no distrito de Malkangiri, estado de Orissa. 

Segundo informações do blog Redspark, o grupo de guerrilheiros maoistas adentrou na aldeia perto da fábrica e desmantelou o mineroduto usando alavancas e lâminas de serra. Após o ataque, a multinacional teve que suspender suas atividades. Esse é o terceiro ataque dos maoistas contra minerodutos da Essar Steel

Essar Steel é uma companhia da grande burguesia indiana na área da siderurgia que atua tanto na transformação do minério de ferro até à produção de produtos acabados. Atualmente, o monopólio é capaz de produzir 14 milhões de toneladas por ano e está instalado na Índia, Vietnã e Indonésia, dentre outros, buscando superexplorar os operários destes países com enormes jornadas de trabalho pagando um salário miserável. Por essa e outras razões, o PCI (Maoista) empreendeu o ataque.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: