Índia: Maoístas tomam trem e capturam armas

Índia: Maoístas tomam trem e capturam armas

Print Friendly, PDF & Email

Unidades do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL) tomaram o trem Danapur-Durg Express por seis horas, no distrito de Lakhisarai, na madrugada do dia 3/08.

Os combatentes maoístas tomaram o trem próximo da estação de Bhalui e, segundo informações da própria repressão, chegaram a capturar armas das Forças Policiais da Reserva Central (FPRC).

Houve confronto armado com militares do 207º Batalhão do “Comando de Ação Decidida” (CoBRA, sigla inglês) da FPRC. Nenhum revolucionário ficou ferido.

Segundo a polícia, o objetivo da ação foi atrair os militares das forças reacionárias para emboscá-los.

Essa ação é parte da Semana dos Mártires convocada pelo Partido Comunista da Índia (Maoísta) que dirige a guerra popular.

Faixa deixada pelos maoístas após a ação. 

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: