Iraque: Comboio militar que transportava suprimentos para base ianque é atacado e incendiado

Iraque: Comboio militar que transportava suprimentos para base ianque é atacado e incendiado

Print Friendly, PDF & Email

Na noite do dia 11 de julho, um comboio militar que transportava suprimentos logísticos para uma base das forças da invasão imperialista no Iraque foi atacado na estrada entre Samawah e Diwaniyah, ao sul da capital iraquiana de Bagdá. Vídeos da ação que foram divulgados na internet mostram ao menos três caminhões sendo incendiados, e não houve vítimas relatadas.

Segundo o Sputnik, monopólio de imprensa do imperialismo russo, uma fonte de segurança informou que “quatro caminhões foram atacados na região de Najme, entre Diwaniyah e Samawah”, e que eles transportavam suprimentos de Basra para uma base militar onde estão alocadas tropas da coalizão imperialista liderada pelo imperialismo ianque, que ocupa o país. 

Um grupo de combatentes, segundo a mesma fonte, forçou o comboio a parar, ordenou que os motoristas saíssem dos veículos e, então, atearam fogo aos caminhões. Todos os motoristas do comboio seriam iraquianos, de acordo com os relatos. Supostamente, o grupo Saraya al-Eshreen al-Thaniya, recém-formado no Iraque, assumiu responsabilidade pela ação.

Desde o ataque orquestrado pelo imperialismo ianque que executou o general iraniano Qassem Soleimani, comandante da Força Al Quds (unidade especial da “Guarda Revolucionária” do Irã”), no aeroporto em Bagdá no início do ano, tem se multiplicado exponencialmente o número de grupos que combatem no Iraque contra a invasão e a ocupação imperialistas, principalmente atacando as bases militares que alojam suas tropas.

Dias após a morte de Soleimani, que representou um ataque grave às soberanias iraquiana por parte do imperialismo ianque, o parlamento do país, apesar de não ter nenhum poder efetivo, foi forçado pela reivindicação popular a aprovar por unanimidade a exigência de que todas as tropas estrangeiras se retirassem do Iraque, o que até agora não se cumpriu. Os grupos anti-USA que atuam no país, muitos deles ligados ao Irã, afirmam que vão manter seus ataques até as forças ianques levarem a cabo a ordem parlamentar. 

Vídeos da ação: 

https://twitter.com/Jtruzmah/status/1282026178350510080?s=20

https://twitter.com/HAbdolhossein/status/1282034539813101574?s=20 

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: