Israel: Povo vai às ruas contra Netanyahu e a podridão política

Israel: Povo vai às ruas contra Netanyahu e a podridão política

Print Friendly, PDF & Email

Manifestantes adotam distanciamento para protestar contra Benjamin Netanyahu na praça Rabin, em Tel Aviv (Israel), 19 de abril — Foto: Corinna Kern/Reuters

Desafiando o terror psicológico movido diante do novo coronavírus e a repressão, milhares de pessoas foram às ruas em Israel, no dia 19 de abril, para protestar contra o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que responde a três acusações de corrupção. 

Com as medidas contra o novo coronavírus em andamento, os manifestantes usaram máscaras e tomaram distância uns dos outros enquanto participavam do ato. 

As manifestações ocorrem durante tensões no governo de turno de Israel, como conversações entre as forças políticas para alcançar uma composição para o novo governo. As negociações entre os reacionários, entretanto, ainda não deram resultado. Se não houver consenso entre os partidos eleitoreiros, Israel poderá passar pelas quartas eleições gerais consecutivas em pouco mais de um ano, uma crise política sem precedentes.

Leia também: Israel: Netanyahu explora crise do coronavírus e fecha Parlamento e Judiciário

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: