Latifúndios e sede do Incra são ocupados na Paraíba

Latifúndios e sede do Incra são ocupados na Paraíba

Print Friendly, PDF & Email

Com informações do mst.org

Cerca de 150 famílias camponesas reocuparam dois latifúndios na posse do senador Zé Maranhão (MDB-PB) e do deputado federal Benjamin Maranhão (Solidariedade-PB) no dia 23 de julho, na Paraíba, segundo o site Brasil de Fato. Também no dia 23 foi ocupado a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em João Pessoa, por aproximadamente 500 famílias camponesas de acampamentos e assentamentos do estado.

De acordo com a nota, essas mobilizações fazem parte da Jornada Nacional de Lutas por Terra, Reforma Agrária e por Justiça.

“As fazendas Volta e Carnaúbas, juntas, somam mais de três mil hectares de terras improdutivas, não geram emprego e que não cumprem nenhuma função social.  São áreas que historicamente estão marcadas pela exploração do trabalhador rural.”, afirmou um dirigente camponês. A nota ainda lembra que as áreas já haviam sido ocupadas em abril desse ano por 200 famílias. Entretanto, essas famílias sofreram, na ocasião, reintegração de posse e foram despejadas.

Um dia depois, ocorreu uma grande manifestação em defesa da luta pela terra em João Pessoa. O ato aconteceu como parte da jornada organizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), que foi encerrada com uma “Campanha de Solidariedade entre o Campo e a Cidade” em João Pessoa no dia 27/07 dentro da sede do Incra ocupada.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: