MA: Comitê de Apoio realiza vitorioso evento de lançamento do livro Junho Febril

No dia 28/09 ocorreu, em São Luís, o lançamento do livro Junho Febril, do escritor, professor e ativista Igor Mendes. O evento, promovido pelo Comitê de Apoio ao AND – São Luís e contou com cerca de 80 pessoas.

MA: Comitê de Apoio realiza vitorioso evento de lançamento do livro Junho Febril

No dia 28/09 ocorreu, em São Luís, o lançamento do livro Junho Febril, do escritor, professor e ativista Igor Mendes. O evento, promovido pelo Comitê de Apoio ao AND – São Luís e contou com cerca de 80 pessoas.
Print Friendly, PDF & Email

No dia 28/09 ocorreu, em São Luís, o lançamento do livro Junho Febril, do escritor, professor e ativista Igor Mendes. O evento, promovido pelo Comitê de Apoio ao AND – São Luís, aconteceu no miniauditório do Centro de Ciências Sociais (CCSo) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e contou com cerca de 80 pessoas.

Além de Igor Mendes, que apresentou seu livro e fez uma calorosa defesa do legado das Jornadas de Junho de 2013, a mesa do evento também contou com a participação do juiz de direito e advogado popular Jorge Moreno, com o tema “Mobilizações e lutas populares no Brasil”. No início da mesa, uma vibrante interpretação de trechos do livro foi entoada junto à plateia, na forma de um jogral.

Advogado popular Jorge Moreno participou de evento. Foto: Banco de Dados AND
Evento lotou salão na UFMA. Foto: Banco de Dados AND
Livros foram vendidos em evento. Foto: Banco de Dados AND
Artes e faixas decoraram salão. Foto: Banco de Dados AND
Banquinha chamou atenção durante celebração. Foto: Banco de Dados AND
Evento contou com sessão de autógrafos. Foto: Banco de Dados AND
AND foi vendido durante evento. Foto: Banco de Dados AND

O alto nível de entusiasmo foi mantido durante todo o evento, com consignas revolucionárias sendo entoadas entre as salvas de palmas por professores e estudantes secundaristas e universitários dos mais diversos cursos. Tivemos também a exposição de uma pintura em homenagem às Jornadas de Junho de 2013 feita por uma artista popular e ativista do Coletivo Estudantil Filhos do Povo (CEFP), que defendeu a necessidade de uma arte à serviço do povo em sua fala.

Ao final do evento, os estudantes presentes, carregados do espírito de luta e combatividade das heroicas Jornadas de Junho de 2013, se encaminharam para somar à ocupação da reitoria da UFMA em defesa da permanência estudantil e contra a precarização da instituição, que iniciou no mesmo dia.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: