Não temer o invasor nazista

74/14a.jpg
74/14a.jpg

Não temer o invasor nazista

Print Friendly, PDF & Email

Com a invasão nazista na União Soviética durante a Operação Barbarossa* em 22 de junho de 1941, a Ucrânia, uma das repúblicas socialistas, foi tomada pelas tropas do Eixo lideradas pela Alemanha nazista, levando milhares de ucranianos à morte a aos campos de concentração. Na capital, Kiev, que era sede do time de futebol mais popular do país, o Dínamo, um dos maiores times da Europa antes da invasão nazista, um ato de bravura de jogadores deste time ficou marcado para sempre na história do esporte mundial.

http://jornalzo.com.br/and/wp-content/uploads/74/14a-f6c.jpg

Num certo dia, após a invasão nazista na Ucrânia, Josef Kordic, dono de uma padaria e torcedor do Dínamo, encontra Nikolai Trusevich, goleiro de seu time do coração, que estava andando na rua, com roupas sujas e rasgadas.

O padeiro então resolve dar roupas, emprego, moradia e alimento para o goleiro e, em troca, pediu para que Trusevich formasse um time de futebol para jogar em uma liga local, criada pelos invasores nazistas. Porém, muitos dos antigos jogadores do Dínamo haviam fugido ou foram mortos, então o goleiro foi atrás de outros jogadores, encontrando alguns dos atletas de seu time, e até mesmo algum jogadores de outros times como o Lokomotiv Moscou, um tradicional adversário do campeonato russo.

O padeiro abrigou todos os jogadores que o goleiro conseguiu encontrar e, finalmente, tinha um time inteiro escondido em sua padaria. A equipe recebeu o nome de FC Start, pois o nome Dínamo estava proibido pelos invasores. O time recém formado começou a disputar vários jogos contra times das guarnições da Hungria e Romênia. Apesar de exaustos pelo trabalho na padaria, os atletas do FC Start tornaram o time imbatível. Derrotando adversário após adversário, o FC Start já chamava a atenção do povo. Desafiado por uma equipe formada por soldados do exército alemão, aplicou uma goleada: 6×2, causando irritação nos nazistas, que se empenharam em montar um time capaz de derrotar os ucranianos imbatíveis.

Assim, os nazistas mobilizaram o MSG, time da Hungria formado por pró-nazistas. Porém, o FC Start venceu a primeira partida por 5×1 e a revanche por 3×2. Irritados com o sucesso crescente do time do padeiro Kordic, os alemães formam uma equipe com membros da Luftwaffe (Força Aérea da Alemanha nazista), conhecido como Flakelf. Nova vitória FC Start por 5×1.

Os desmoralizados nazistas descobriram que o padeiro Josef Kordic havia abrigado os jogadores do antigo Dínamo e, desobedecendo a ordem do comando nazista para executar os jogadores do Start, os invasores alemães marcaram uma revanche.

Na apresentação dos times, tentaram obrigar os atletas do FC Start a gritar o “Heil Hitler”, mas os corajosos ucranianos puseram a mão no peito e gritaram “FitzcultHura!”, um tradicional grito dos atletas soviéticos que em português significa algo como “Vida longa ao esporte!”.

O estádio estava lotado, cerca de 36 mil torcedores aplaudindo de pé o time soviético, que venceu o primeiro tempo por 3 x 1. Os oficiais nazistas então foram até o vestiário do FC Start, avisando sobre as consequências de vencerem mais uma vez o time nazista. Decididos, os atletas ucranianos desafiaram as ordens do inimigo e encerraram a partida vencendo por 5×3. Em um dos lances da partida, um jogador do Start deixou de fazer o sexto gol, pois chegou à entrada do gol, driblou o goleiro e retornou com a bola para o seu campo, humilhando os nazistas.

Depois deste jogo, os heróis do FC Start sabiam que era uma questão de tempo até os nazistas os matarem. E foi o que ocorreu. Depois de mais um jogo, e nova vitória, os nazistas começaram a executar os bravos jogadores, torturaram até a morte o padeiro Josef Kordik diante de jogadores do time, e grande parte da equipe foi mandada para o campo de concentração de Siretz, que ficava em Kiev, onde foram torturados e mortos. Segundo relatos históricos, o goleiro Nikolai Trusevich teria morrido com a camiseta do time. Os jogadores Gorachenko, Sviridovslky e Tyutchev não estavam na padaria no dia da ação nazista e viveram escondidos até que a cidade fosse libertada.

Na sede do clube, o estádio Zênit, há um monumento em homenagem aos heróicos jogadores do FC Start. Neste monumento estão os dizeres: “aos jogadores que morreram com a cabeça erguida ante o invasor nazista”.

Existem hoje alguns filmes sobre o F.C Start, como é o caso de Terceiro tempo de 1964, filmado na Rússia no período do governo revisionista de Nikita Krushov, mas esses filmes são de difícil acesso. O filme encontrado com maior  facilidade é a produção hollywoodiana Fuga para a Vitória, um típico filme clichê ianque, no final os ditos heróis sempre saem vitoriosos e os personagens vivem felizes para sempre. No enredo desse filme, um general nazista decide realizar um jogo com o objetivo de fazer propaganda nazista e desafia um time composto por prisioneiros de guerra treinados por um jogador de futebol inglês. No final do filme, enquanto os nazistas se empenham em tentar vencer o jogo, o inglês comanda a fuga dos jogadores prisioneiros, sagrando-se ‘grande herói’. Mais uma tentativa do cinema ianque de apagar os gloriosos feitos pelo heroico povo soviético, que derrotou o nazismo nos campos de batalha e nos campos de futebol, sem tremer diante do invasor.

______________________

*Operação Barbarossa (1941) Foi uma operação militar da Alemanha Nazista com o objetivo de invadir a União Soviética quebrando o Pacto de Não-Agressão.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: