Provada a colaboração da Fatah com o sionismo

Provada a colaboração da Fatah com o sionismo

Print Friendly, PDF & Email

A emissora árabe Al Jazeera divulgou recentemente documentos secretos da Autoridade Palestina (AP) que provam, com riqueza de detalhes, o que já se sabia: a existência de uma estreita colaboração entre os traidores do al Fatah, que controla a AP, e o Estado de Israel. Entre outras revelações, as provas divulgadas pela Al Jazeera trouxeram à tona um pedido de Israel para que a AP matasse um militante palestino e um pedido da AP para que Israel prejudicasse a população da Faixa de Gaza para atingir o Hamas.

Há tempos o Hamas, que dirige a legítima resistência palestina e controla a Faixa de Gaza, vem denunciando que o al Fatah, por meio a AP, colabora com o sionismo com o objetivo de enfraquecer sua liderança. Os documentos citam especificamente um pedido da da AP para que Israel reforçasse o bloqueio ao território impedindo completamente o trânsito da população de Gaza para o Egito.

Quanto ao pedido de assassinato, ele se referia a Hassan al-Madhoun, militante que, ao contrário dos conchavistas do al Fatah, defendia a luta armada contra Israel. A AP alegou que tinha “capacidade limitada” para realizar o serviço e, além do mais, Israel nada oferecia em troca. Madhoun acabou morto de qualquer maneira, alvejado por um avião israelense não-tripulado. Os documentos mostram também grandes concessões do al Fatah e da AP ao sionismo no tocante à questão dos colonatos, por exemplo.

Para coroar a vergonha da traição descortinada, a Autoridade Palestina convocou para julho eleições na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, do jeito que Israel e o USA gostam — eleições devidamente rejeitadas pelo Hamas —, e Abbas mobilizou as “forças de segurança” sob seu comando para dispersar protestos na Cisjordânia contra os traidores da Palestina em luta contra os invasores sionistas.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: