México: Sol Vermelho organiza mais de 60 comunidades com os Comitês de Saúde em Defesa da Saúde do Povo

México: Sol Vermelho organiza mais de 60 comunidades com os Comitês de Saúde em Defesa da Saúde do Povo

Print Friendly, PDF & Email

No dia 26 de maio, o movimento popular Corrente do Povo-Sol Vermelho publicou um vídeo expondo a inserção e a organização dos Comitês de Saúde e Higiene em Defesa da Saúde do Povo (CSHDSP) nas comunidades do México, sendo que somente no estado de Oaxaca, são mobilizadas moradores de mais de 64 comunidades. O vídeo apresenta ainda os cinco pontos centrais em que os comitês se baseiam, e denunciam a grave militarização do país sob o pretexto de “controle da pandemia da Covid-19”.

De acordo com a representante do movimento, esses comitês de Saúde e Higiene em Defesa do Povo estarão trabalhando em ações de prevenção do novo Coronavírus sob cinco critérios essenciais: 1) combater a desinformação; 2) Desenvolver campanhas de propaganda e cultura; 3) reforçar os laços, a identidade, a solidariedade, a vida, o estudo e a organização comunitária; 4) manter atividades e tarefas nas comunidades; 5) orientar conjuntamente com as autoridades comunitárias, agrárias, ou tradicionais a realização, casa por casa, de diagnósticos.

Movimento popular Corrente do Povo- Sol Vermelho entrega questionários para a identificação de riscos para a saúde nas comunidades

No vídeo, a representante afirma: “Nós CSHDSP devemos promover os direitos do povo e devemos chamar para a continuação das lutas justas contra o velho Estado. Nesse momento, a Corrente do Povo-Sol Vermelho está realizando essas atividades em mais de 64 comunidades, em diversas partes do estado de Oaxaca. Outras comunidades de Oaxaca e outros estados do país podem fazer o mesmo. É momento de nos organizarmos para preservar a saúde e a vida do povo.”

Já no portal do jornal revolucionário Solrojista, os jornalistas denunciam que “o fardo da crise econômica e da emergência sanitária está sendo colocado sobre os ombros das massas. Nas principais cidades, os serviços de saúde entraram em colapso e, no campo, simplesmente não existem. Quatro longas décadas de privatização e desmantelamento da saúde pública mostram suas claras conseqüências. O remédio do ‘novo governo’ à frente do velho Estado é o retorno ao ‘novo normal’ e a militarização do país. Em função disso, estamos formando Comitês de Saúde e Higiene em Defesa do Povo, cujo trabalho consiste em fornecer informações precisas e solidariedade de classe entre a população, realizando ações de prevenção, saneamento, conscientização e organização para preservar a saúde e a vida do povo. Manter as lutas justas é também uma tarefa. A pandemia não cessa a nossa luta!

Seguem aqui imagens da atuação dos comitês:

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: