MG: Ato em apoio à Resistência Nacional Palestina ocorre na Unimontes

Dezenas de manifestantes protestam em frente à Unimontes em solidariedade à Resistência Nacional Palestina, no dia 19 de outubro.

MG: Ato em apoio à Resistência Nacional Palestina ocorre na Unimontes

Dezenas de manifestantes protestam em frente à Unimontes em solidariedade à Resistência Nacional Palestina, no dia 19 de outubro.
Print Friendly, PDF & Email

No dia 19 de outubro, o Comitê de Apoio ao jornal A Nova Democracia de Montes Claros acompanhou o ato em solidariedade à Heroica Resistência Nacional Palestina, ocorrido em frente à Unimontes (Campus Darcy Ribeiro). O ato foi promovido pelo recém-conformado Comitê de Apoio à Resistência Nacional Palestina (CRNP) e organizações democráticas.

O ato teve início às 18hs com os manifestantes estendendo uma faixa em que se lia: Palestina Resiste, Palestina triunfará!. Foram gritadas palavras de ordem como Palestina livre! Palestina livre! e Fora ianques das terras palestinas e Morra Israel, fascista e sionista!. Ao mesmo tempo, 800 panfletos com a matéria O Estado genocida de Israel deve ser condenado, publicada no portal do AND, foram distribuídos à população que trafegava pela praça que dá acesso à universidade. 

Cartazes da FRDDP foram erguidos em manifestação. Foto: Banco de Dados AND
Manifestantes estenderam faixa em frente à universidade. Foto: Banco de Dados AND
Transeuntes demonstraram apoio em carros. Foto: Banco de Dados AND
Manifestação elevou solidariedade internacionalista à Palestina em frente à Unimontes. Foto: Banco de Dados AND
Matéria de AND foi distribuída na forma de panfleto. Foto: Banco de Dados AND

Pelo megafone, os manifestantes defenderam a ofensiva desatada pela Resistência Nacional, explicando aos que passavam, a situação vivida pelos palestinos ao longo dos 75 anos de ocupação do Estado de Israel, que os expulsa de suas terras e casas, controlando água, comida, energia elétrica e seu direito de ir e vir. Foi denunciado o bombardeio de casas, escolas e hospitais., além dos crimes de guerra com uso de armas proibidas pela convenção de Genebra. Bandeiras se agitavam, assim como eram erguidos pequenos estandartes feitos com o cartaz da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) que convoca solidariedade internacional no Brasil, divulgado no sítio do AND. Muitos que passavam por ali buzinavam ou registravam o ato fotografando, demonstrando seu apoio pela iniciativa. Outros se juntaram ao protesto em apoio à intrépida resistência.

Ao final, em meio a sinalizadores com as cores da bandeira da Palestina, foi registrado o repúdio à agressão sionista praticada com o apoio do USA, com a queima das bandeiras de Israel e dos Estados Unidos, efusivamente celebrada pelos que estavam ali presentes.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: