MG: Plenária sindical convoca à resistência e luta contra as “reformas”

MG: Plenária sindical convoca à resistência e luta contra as “reformas”

Print Friendly, PDF & Email

Reproduzimos nota publicada na página Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Belo Horizonte e Região (Marreta) na última sexta-feira, dia 15 de fevereiro.

No dia 14 de fevereiro, 18 organizações reuniram-se na plenária sindical dirigida pelo STICBH – MARRETA e Sindicato dos Trabalhadores de Correios – SintectMG, em que foi debatida a necessária unidade de ação do movimento sindical contra as “reformas” antioperárias.

A plenária travou importantes debates para a organização, resistência e luta contra as “reformas” e medidas antipovo dos governos e em defesa dos direitos dos trabalhadores. O Marreta e a Liga Operária defenderam a proposição de unidade de ação do movimento sindical brasileiro pela Greve Geral de Resistência nacional que passa por realizar plenárias sindicais e assembleias de trabalhadores para o debate sobre o seguinte programa e plano de unidade de ação:

1) PREPARAR A GREVE GERAL DE RESISTÊNCIA NACIONAL

– pela revogação da “reforma trabalhista”;
– contra a “reforma da previdência”;
– terra para quem nela vive e trabalha;
– contra as medidas antipovo e vende-pátria;
– em defesa do direito de greve e da liberdade de manifestação e de organização;
– contra a intervenção militar e repressão aos pobres da cidade e do campo.

2) Constituir plenárias de entidades sindicais e organizações do movimento camponês por Estado e municípios, como fóruns de mobilização, luta e para criar comandos municipais e estaduais e, a partir deles, eleger um comando nacional para dirigir a greve geral.

Sindicatos e organizações participantes da plenária sindical em Belo Horizonte:

Sindicato dos Trabalhadores da Construção de BH e Região- STICBH – MARRETA;
Sindicato dos Trabalhadores de Correios (SINTECT-MG);
SINDIBEL – O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte;
SINDADOS MG Sindicato dos Empregados em Empresas de Processamento de Dados, Serviços de Informática e Similares do Estado de Minas Gerais;
Sind-Ute – Vespasiano- Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais – Subsede de Vespasiano/ MG Subesede Vespasiano/ São José da Lapa;
SINDÁGUA – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos do Estado de Minas Gerais;
Sindicato dos Comerciários Betim;
Sindicato dos Comerciários Contagem;
Construção Civil de Betim;
Executiva Mineira e Nacional dos Estudantes de Pedagogia;
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais – Fetaemg;
Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Estado de Minas Gerais (SINTEST-MG);
Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário do Estado de Minas Gerais FETICOM – MG;
Assessoria Sindical;
Liga Operária;
Luta Popular Pela Moradia – LPS;
MOCLATE – Movimento Classista dos Trabalhadores em Educação;
Liga dos Camponeses Pobres – LCP.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: