Movimento Feminino Popular do USA homenageia heroínas do proletariado

Movimento Feminino Popular do USA homenageia heroínas do proletariado

Print Friendly, PDF & Email


Movimento Feminino Popular do USA constrói altar para homenagear grandes revolucionárias falecidas

No dia 1° de novembro, as mulheres revolucionárias do Movimento Feminino Popular (USA) realizaram um evento cultural em homenagem aos heróis revolucionários por ocasião do feriado do Dia dos Finados. Falas foram feitas pelas ativistas sobre figuras históricas importantes e heróis revolucionários, e altares foram criados para homenageá-los.

Os altares incluíam imagens de figuras históricas como Alexandra Kollontai, Clara Zetkin e Frida Kahlo, além de heroínas do proletariado como Rosa Luxemburgo, Chiang Ching, a camarada Norah, Anuradha Ghandy e Edith Lagos.

Outro altar foi dedicado a grandes homens e mulheres revolucionários do USA e do Movimento Comunista Internacional, como o companheiro Cleomar (dirigente da Liga dos Camponeses Pobres, Brasil), o comandante “Gato” (militante da Corrente do Povo- Sol Vermelho, México), a companheira Sandra Lima (do MFP do Brasil), os companheiros Mike e Joe de Charlotte (Carolina do Norte, USA), e o camarada Pierre (França).

“Encontramos força em honrar e lembrar nossos companheiros que faleceram”, disse o MFP em uma publicação na internet, prosseguindo: “Continuaremos seu legado e inspiraremos as gerações vindouras a continuar essa luta contra a exploração do nosso trabalho e do nosso corpo. Sabemos que a única solução é a revolução!”.

O Dia dos Finados é uma celebração religiosa e cultural tradicional, utilizada para homenagear os falecidos em todo o México, assim como os chicanos (descendentes de mexicanos que nasceram no USA). Este ano, os revolucionários de Austin e Los Angeles dispuseram do feriado para abraçar a resistência ao imperialismo do USA, e rememorar os heróis caídos na luta pela Revolução Proletária Mundial.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: