MS: Comitê de Apoio de Dourados realiza vitoriosas banquinhas e divulga ‘Plantão Palestina’ 

Entre os dias 6 e 31 de outubro, o Comitê de Apoio ao Jornal A Nova Democracia de Dourados realizou uma série de atividades na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e na Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS).

MS: Comitê de Apoio de Dourados realiza vitoriosas banquinhas e divulga ‘Plantão Palestina’ 

Entre os dias 6 e 31 de outubro, o Comitê de Apoio ao Jornal A Nova Democracia de Dourados realizou uma série de atividades na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e na Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS).
Print Friendly, PDF & Email

Entre os dias 6 e 31 de outubro, o Comitê de Apoio ao Jornal A Nova Democracia de Dourados realizou uma série de atividades na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e na Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS). A principal das ações foi a realização de banquinhas, com a venda de exemplares da edição 253 do AND, além da atual edição (22) do jornal parceiro Estudantes do Povo (JEP) e de livros adquiridos no site do jornal. 

Nesse período, por oito vezes os ativistas do Comitê de Apoio fizeram banquinhas em diversos pontos da UFGD e da UEMS. Mais de 90 exemplares do AND foram vendidos para estudantes de diversos cursos e professores democráticos. Um professor adquiriu colaborou com 10 reais, ficou com uma cópia apenas e permitiu que se distribuísse as demais. Um par de estudantes que gostaram do fato do jornal ser independente deu 5 reais para ficar com 2 jornais. Um outro professor elogiou o livro sobre o levante de Naxalbari, pois nunca havia visto um material impresso em português sobre o tema. Um outro acadêmico elogiou o jornal por noticiar sobre a Liga dos Camponeses Pobres (LCP), o que é algo escasso em outros veículos de comunicação, segundo ele.

Banquinha do dia 06 na Faculdade de Educação. Foto: Banco de Dados AND
Estudante conversa com ativista sobre imprensa popular. Foto: Banco de Dados AND
Cartazes de divulgação da reunião periódica e do Plantão Palestina. Foto: Banco de Dados AND

Além das banquinhas, um representante do comitê esteve presente no ato de solidariedade de estudantes UFGD à luta Guarani-Kaiowá e também em um evento sobre as violações de direitos humanos na Faixa de Gaza promovido pelo curso de Pós-Gradução em Fronteira e Direitos Humanos. Nas duas ocasiões, fez fala e divulgou o jornal. No primeiro caso, comentou sobre a cobertura da luta indígena pelo comitê. No segundo caso, divulgou o “Plantão Palestina”, no canal do YouTube do jornal. Como complemento as ações de venda, os ativistas também colaram cartazes sobre as reuniões de discussões políticas promovidas pelo Comitê de Apoio. Diante da necessidade de atingir mais estudantes e politizá-los, também foram colados cartazes divulgando o “Plantão Palestina”. 

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: