Música Rara Brasileira: “Noturno op.33 (1904), para piano” de Alberto Nepomuceno – homenagem à Maria Helena de Melo Barreto

Música Rara Brasileira: “Noturno op.33 (1904), para piano” de Alberto Nepomuceno – homenagem à Maria Helena de Melo Barreto

Print Friendly, PDF & Email

A mostra Música Rara Brasileira, que tem como foco a música de câmara, apresenta a obra Noturno op.33 (1904), para piano, do compositor, pianista, organista e maestro Alberto Nepomuceno (1864 – 1920), natural de Fortaleza, CE. O evento aproveita para homenagear Maria Helena de Melo Barreto (piano). “Hoje desmanchamos-nos em especial homenagem à pianista e pedagoga Maria Helena de Melo Barreto (Belém, 13 de setembro de 1917 – Fortaleza, 02 de outubro de 2012). Completam-se 10 anos de sua morte e 105 anos de nascimento, como também os 20 anos da partida de Zenon Barreto (Sobral, 31 de dezembro de 2018 – Fortaleza, 18 de janeiro de 2002). São um casal de artistas que marcaram a cena da música e das artes plásticas do Ceará. A mostra Música Rara Brasileira posta semanalmente, às sextas, obras de câmara escritas no Brasil e pouco conhecidas, em geral sem gravação”, divulgam os organizadores.

Abaixo: O vídeo (gravação feita em 1998, no Centro de Convivência Cultural de Campinas, São Paulo, e transmitida no último dia 30/09 através do canal Zenon Instituto cultural no YouTube).

Pianista Maria Helena de Melo Barreto / Foto: Parte do evento (YouTube)

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: