‘Não é só pelos 23!’ Combatividade marca 1º grande ato político

‘Não é só pelos 23!’ Combatividade marca 1º grande ato político

Print Friendly, PDF & Email

Mais de 600 pessoas participaram de um grande ato político de repúdio à condenação dos 23 presos políticos, à criminalização do protesto popular e à intervenção militar no Rio, no dia 24 de julho, no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), centro do Rio de Janeiro. Mais de 100 entidades de todo o mundo enviaram pronunciamentos em solidariedade. Estiveram presentes também as mães vítimas de violência Bruna Silva (mãe de Marcos Vinicius, 14 anos, executado na Maré) e Gláucia dos Santos (mãe de Fabrício dos Santos, executado no Chapadão na virada do ano de 2013 a 2014).  

A manifestação repudiou a condenação do juiz Flavio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal da capital do Rio de Janeiro, por sentenciar os manifestantes e ativistas a até 13 anos de prisão em regime fechado pelos protestos contra a roubalheira de Sérgio Cabral, a Copa da Fifa e a farsa eleitoral.

Os organizadores ressaltaram ainda que a campanha que iniciou-se com o evento político tem um propósito ainda maior: repudiar e combater a criminalização da juventude combatente dentro do contexto do índice alarmante do aumento dos assassinatos no campo, da execução de Marielle e da intervenção militar que multiplicou as chacinas da população empobrecida no Rio. O ato também prestou falas de apoio a Caio e Fábio, julgados pela morte acidental de um cinegrafista, e a Rafael Braga.

Um vídeo completo com as intervenções e as denúncias será publicado muito em breve em nosso Portal.

Foto: Ellan Lustosa/AND

Foto: Anderson Freitas

Foto: Ellan Lustosa/AND

Foto: Ellan Lustosa/AND

Foto: Ellan Lustosa/AND

Foto: Ellan Lustosa/AND

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: