‘Nem perdão, nem esquecimento: Punição para os torturadores do regime militar’

‘Nem perdão, nem esquecimento: Punição para os torturadores do regime militar’

Print Friendly, PDF & Email

Este ano completam-se 56 anos do golpe civil-militar ocorrido em 01 de abril de 1964.

Movimento Feminino Popular (MFP) permanece  incansavelmente em sua campanha, exigindo punição para os criminosos civis e militares, mandantes e executores de torturas assassinatos e desaparecimentos forçados do regime militar.

Em momentos onde figuras repugnantes como o coronel Brilhante Ustra são exaltadas, é necessário relembrar a memória das heroínas e heróis do nosso povo.

A luta pela punição dos criminosos mandantes e executores de torturas, assassinatos e desaparecimentos forçados, não tem tempo para acabar.

Pensar que esquecemos a história é um grande engano.

Esta não pode ser apagada.

O sangue dos lutadores do povo rega a luta nos dias atuais!

Viva as heroínas e heróis do povo brasileiro!

Movimento Feminino Popular

Acesse: http://brasilmfp.blogspot.com/

Contato: [email protected]

 

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: