Mapuches conseguem vitórias após greve de fome

A- A A+
http://anovademocracia.com.br/101/20a.jpg
Daniel Levinao
http://anovademocracia.com.br/101/20b.jpg
Mijael Carbone
http://anovademocracia.com.br/101/20c.jpg
Leonardo Quijón

Na edição 99 de AND anunciamos o fim da greve de fome realizada por 9 presos políticos mapuches. Dentre eles, Daniel Levinao, que teve o julgamento anulado. No dia 17 de dezembro, Daniel foi julgado pela segunda vez.

Daniel corroborou seu primeiro depoimento e outras testemunhas do caso também foram ouvidas. Os três juízes que analisaram o caso foram unânimes em declarar o jovem mapuche como inocente das acusações de "homicídio frustrado" contra um grupo de policiais. No primeiro julgamento, Daniel havia sido condenado a 12 anos de prisão. O outro acusado no mesmo caso, Paulino Levipán, teve a pena rebaixada para três anos e já está em liberdade.

Patrícia Troncoso, ativista da causa mapuche que também esteve presa e realizou várias greves de fome, acompanhou o julgamento e declarou:

- A manifestação de unanimidade dos juízes hoje, em Angol, mostra não só a mentira e as calúnias ditas pelos policias, mas também o modo de agir do Tribunal Oral Penal. (...) Muitas das provas foram fabricadas e inclusive periciadas às cegas, por isso terminaram jogando por terra a acusação contra este jovem mapuche. Outra conclusão a que podemos chegar com este resultado é que a violação processual é um fato sistemático e habitual em julgamentos contra o nosso povo. Não existe a igualdade perante a lei para o mapuche e ainda usam testemunhas sem rosto, que através da mentira acusam sem serem castigadas. Mas o pior é saber que para reverter decisões injustas é necessário arriscar a vida através de greves de fome. É pagar um preço muito alto pela justiça.

Daniel Levinao e Paulino Levipán fazem parte da comunidade mapuche "Wente Winkul Mapu", que tem 2.500 ha e é mais uma das várias áreas recuperadas, que estavam em mãos de empresas florestais e grandes latifundiários. Desde a recuperação do território, os mapuches vêm sendo fustigados pela polícia e pelo Estado.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja