Farsa eleitoral: depois das promessas, o arrocho

A- A A+

http://anovademocracia.com.br/102/08.jpg

A farsa eleitoral em si mesma aconteceu em outubro do ano passado, mas o desfecho do processo eleitoreiro dominado pelo poder econômico só aconteceu no dia 1º de janeiro deste ano, com a posse dos novos gerentes dos municípios. O desfecho não poderia dizer mais e melhor sobre a "democracia" e o sufrágio burgueses: depois das promessas de maravilhas mil e de investimentos sem fim nos serviços públicos que costumam povoar as campanhas eleitoreiras de políticos que se acotovelam pedindo o voto do povo, o que vem é arrocho e desrespeito com os trabalhadores.

Novos gerentes municipais de capitais brasileiras, como ACM Neto, em Salvador, Arthur Virgílio, em Manaus, e Geraldo Júlio, no Recife, assumiram suas funções para o próximo quadriênio falando em "apertar o cinto", "corte de gastos" ou "cortar na própria carne" para se referir ao arrocho que pretendem implementar (na verdade, intensificar) nos próximos meses, nos próximos anos.

Isso sem contar as medidas tomadas pelos gerentes no apagar das luzes dos seus mandatos, no fim de 2012, como o aumento das passagens de transportes públicos em Belo Horizonte, cujo prefeito "reeleito" assinou no primeiro dia do seu novo mandato um aumento de até 34,15% nos salários dos vereadores e dos integrantes do alto escalão do executivo.

Mas o arrocho de maior porte entre as capitais dos estados brasileiros foi anunciado na cidade do Rio de Janeiro, onde Eduardo Paes, também "reeleito", cacarejou "maior rigor" com o funcionalismo público e decretou um verdadeiro pacote de austeridade carioca que visa economizar para a prefeitura até R$ 1,5 bilhão em um ano e meio.

Enquanto arrocha o funcionalismo e corta nos serviços públicos, Paes alavancou o "investimento" da sua Secretaria de Obras, de R$ 700 milhões para nada menos do que R$ 4 bilhões, mas isso certamente nada tem a ver com o fato de que grandes empreiteiras foram as principais doadoras da sua campanha à reeleição...

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja