Professor é despejado pelo Estado fascista indiano

http://anovademocracia.com.br/103/19a.jpg
Professor Saibaba teve retirada sua assistência na universidade

Na Índia, o Exército Guerrilheiro Popular de Libertação – EGPL, dirigido pelo Partido Comunista da Índia (Maoísta), segue rompendo amarras e avançando com a Guerra Popular contra o Estado reacionário indiano. Com isso, notórios defensores dos direitos do povo na Índia têm sofrido severas perseguições do recém-empossado gerenciamento Pranab. Entre eles está o professor de Literatura Inglesa da Universidade de Nova Déli (Ram Lal Anad College), G.N. Saibaba.

Saibaba é portador de deficiência física decorrente de uma poliomielite na infância. Após vários anos lecionando em Déli, em 2008, ele conseguiu assegurar o direito à residência adequada à sua deficiência no campus da universidade, o que foi fundamental para que ele concluísse seu doutorado e tivesse condições de dedicar-se melhor às suas atividades de professor e pesquisador. Em dezembro de 2012 a direção da universidade iniciou um processo para expulsá-lo de sua residência, alegando supostas razões técnicas de que ela não estaria nos padrões adequados e sem oferecer nenhuma alternativa.

Por razão de seu despejo da universidade, vários movimentos e figuras progressistas na Índia fizeram uma petição pública encaminhada ao ministro do desenvolvimento de recursos humanos, Dr. M. M. Pallam Raju, exigindo a revogação dessa covarde decisão. Abaixo, um pequeno trecho do documento.

"Nós, que assinamos essa petição, fomos surpreendidos ao saber que a Universidade de Nova Déli anuncia a interrupção dos serviços prestados aos professores com deficiência física. Usando de argumentos técnicos, a direção da universidade quer forçar o despejo de um professor com deficiência e ignorar os avanços nacionais e internacionais, já assegurados por lei, em benefício dos deficientes físicos. Essa é uma triste realidade em se tratando de uma das principais universidades da Índia. Em quaisquer circunstâncias, as autoridades universitárias devem garantir a acomodação especial concedida ao Dr. G.N. Saibaba e não podem ignorar as condições específicas decorrentes de sua incapacidade locomotora."

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Em 2012, o professor Saibaba participou de conferências nas universidades de Londres, Oslo, Rio de Janeiro, Atlanta, Atenas, dentre outras. Nesses locais, o professor mostrou-se um grande conhecedor da dura realidade do povo indiano e defensor da luta revolucionária no país. Após o anúncio de seu despejo, personalidades democratas, como o escritor Sueco Jan Myrdal, sairam em sua defesa.

"Respeito o Dr. GN Saibaba, não só pela sua profunda sabedoria sobre a Índia, mas também pelo seu grande conhecimento da literatura sueca. Professor Saibaba é intelectualmente importante tanto para a Suécia, quanto para a Índia e, por isso, é imprescindível que ele possa continuar o seu trabalho e suas pesquisas. Me sinto muito perturbado pela forma como as autoridades acadêmicas indianas têm tratado o seu caso. Espero que isso tudo seja apenas fruto de um mero erro burocrático. Seria uma vergonha para a Índia se esse erro não fosse concertado.

O link para acessar a petição pública exigindo a recondução imediata do professor Saibaba a sua moradia na universidade de Nova Déli está disponível no blog de AND na internet.

 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin